Voltar ao topo

17 de julho de 2024

Ciro ironiza ‘desistências’ de pré-candidatos: “Muitos vão ceder, mas não serei eu”

Nas últimas horas, os pré-candidatos Sergio Moro e João Doria sinalizaram que desistiriam da disputa.
Foto: Reprodução/Facebook

Compartilhar:

O pré-candidato pelo PDT nas eleições presidenciais de outubro próximo, Ciro Gomes, usou as redes sociais para afirmar que não “cederá”na disputa política. A fala, feita pelas redes sociais do ex-ministro, veio poucas horas após dois pré-candidatos sinalizarem desistência: o ex-ministro Sergio Moro, que trocará o Podemos pelo União Brasil; e o governador de São Paulo, João Doria, que afirmou mais cedo que continuaria no cargo mesmo tendo vencido as prévias do PSDB para a disputa. Mesmo sem citar diretamente as duas situações, Ciro disparou: “Muitos vão ceder, mas não serei eu”.

Em janeiro deste ano, durante lançamento da pré-candidatura de Ciro em evento em Brasília, o pedetista engrossou as crítica a Sergio Moro e questionou se o adversário iria, de fato, concorrer ao Palácio do Planalto. Na ocasião, o ex-governador do Ceará chegou a afirmar não ver Moro como adversário político viável. Em momentos anteriores, Ciro Gomes também criticou a postura do Governador de São Paulo,

A possível desistência de ambos abre uma brecha importante que pode ser preenchida por Ciro na chamada terceira via. Nas últimas pesquisas eleitorais, o ex-governador de São Paulo apareceu empatado tecnicamente com Moro e à frente de João Doria. Na última pesquisa DataFolha, divulgada no dia 24 deste mês, o ex-presidente Lula (PT) aparece na liderança, com 43%. Bolsonaro (PL) vem logo na sequência, com 26%; Sergio Moro (Podemos) tem 8%Ciro Gomes (PDT) com 6%. João Doria aparece abaixo de Ciro, com 2%.

Após fala de Doria dizendo que sairia da disputa, o presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, reafirmou que o governo de São Paulo segue sendo o candidato do partido.

 

[ Mais notícias ]