Voltar ao topo

24 de julho de 2024

Zezinho Albuquerque oficializa na AL-CE mudança para o PP

Apesar do novo filiado, o PP teve a bancada reduzida de 5 para 2 deputados durante a janela partidária.
Foto: Junior Pio/ALCE

Compartilhar:

O deputado estadual Zezinho Albuquerque oficializou, nesta terça-feira, 12, sua saída do PDT e ingresso no Partido Progressista (PP). Como adiantado pelo OPINIÃO CE, o parlamentar, ex-secretário das Cidades da gestão Camilo Santana (PT), já havia anunciado a saída do PDT e ida à sigla na qual mantém boa relação com as lideranças – seu filho, o deputado federal AJ Albuquerque, é o presidente estadual do partido no Ceará. Em março último, durante fala na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado, Zezinho confirmou seu destino político e reiterou sua pré-candidatura ao Governo do Estado

Apesar disso, somente nesta terça-feira foi lido na Casa o memorando de desfiliação do PDT e ingresso no PP. O partido, inclusive, perdeu o antigo líder da bancada, deputado Bruno Pedrosa, que foi para o PDT. Com isso, os deputados Leonardo Pinheiro e Zezinho Albuquerque assumem a liderança e a vice-liderança, respectivamente, da sigla. O partido também perdeu os deputados Fernando Hugo (para o PSD), Apóstolo Luiz Henrique (para o Republicanos) e Lucílvio Girão (para o PSD), mantendo apenas dois nomes na atual bancada da AL-CE.

Também foram lidos, na sessão, os memorados da deputada Fernanda Pessoa, informando a filiação ao União Brasil; do deputado Audic Mota, comunicando filiação ao MDB; e do deputado Fernando Hugo.

Trajetória

Durante fala na tribuna em março, Zezinho destacou a trajetória de parceria com o bloco governista e confirmou que segue na composição. “Não teve um partido que o senador Cid Gomes saísse que eu não seguisse, terminando agora no PDT, onde dei minha contribuição para o Estado do Ceará”, frisou, na ocasião. A decisão veio após conversa com o senador cearense e principal liderança do PDT no Ceará. À reportagem, o parlamentar disse à época que segue vendo em Cid Gomes sua liderança maior. Em fala na tribuna, o ex-secretário também fez elogios ao então governador Camilo Santana.

“Meu compromisso é com o projeto e com o povo do Ceará. Me sinto orgulhoso de ter feito e de continuar fazendo parte desse projeto”, destacou.

Zezinho deixou a Secretaria das Cidades no final do ano passado, junto com outros nomes que disputarão algum cargo em outubro. Desde então, o parlamentar tem se colocado à disposição como pré-candidato, inclusive pelo PDT, que já conta com quatro nomes na disputa: a governadora Izolda Cela (reeleição); o ex-prefeito Roberto Cláudio; o presidente da ALCE, Evandro Leitão; e o deputado federal Mauro Filho. Com a nova movimentação e sinalização de aliados, Zezinho Albuquerque avaliou ter mais espaço no PP para pleitear espaço em outubro próximo.

Vale lembrar que deputados não precisam se descompatibilizar de seus cargos para tentar a eleição. Caso não sejam eleitos, voltam às suas funções até o fim dos respectivos mandatos.

[ Mais notícias ]