Voltar ao topo

16 de julho de 2024

Voto de Gladson Bezerra será na chapa do Abolição

Compartilhar:

O voto do prefeito de Juazeiro do Norte, Gladson Bezerra, será uma espécie de cumprimento do acordo por permanecer no cargo e de gratidão pelo apoio recebido do Abolição. Natural na política, principalmente para quem cometeu crimes eleitorais e recebeu um tratamento, no mínimo, indulgente, digamos. Dos adversários de campanha, ganhou o silêncio, por não recorrerem. O jogo político garantiu a Gladson seguir no mandato, mas a fatura é alta, não só para pagar advogados, mas a conta da politicagem.

No Cariri, tem sido difícil para o prefeito da principal cidade da região se opor ao poder central. Juazeiro do Norte e o Cariri podem e devem manter relações com o Abolição. No governo Camilo, obras estruturantes, com vultosos valores, foram executadas e entregues. Anel Viário, Arena Romeirão, Teleféricos de Juazeiro e Barbalha, Centro Cultural do Crato, estátuas de Nossa Senhora de Fátima e Santo Antônio, entre outras realizações importantes. É natural que a retribuição seja um canal, uma atitude de gentileza, até porque a população está querendo votar no ex-governador Camilo, no deputado Fernando Santana, Davi de Raimundão, Nelinho e Pedro Bezerra, todos da base governista. Se Gladson ficar contra, será atropelado pelo povo, fazendo engordar e crescer a oposição ao seu governo.

A mensagem da população do Cariri, nas pesquisas realizadas, manifesta um aspecto de gratidão ao governo cearense, por tudo que fez, em vários setores. No ensino superior, obteve grandes avanços, conquistou até nova faculdade de medicina para o Crato, além da expansão de centros públicos e privados, em toda a região. No ensino infantil, foi a que mais recebeu creches e escolas em tempo integral, tudo patrocinado pela gestão estadual.

O Cariri precisa de maior representação na Assembleia Legislativa e no Congresso Nacional. Hoje, o atuante deputado Pedro Bezerra é o único representante na Câmara Federal. Na Assembleia, são quatro os parlamentares: Guilherme Landim, Davi de Raimundão, Nelinho e Fernando Santana. Muito pouco. A invasão de lideranças que não pertencem à região abriu um corredor de prejuízos para o Cariri.

Café da manhã com Izolda

O presidente da CDL, Assis Cavalcante, e toda a diretoria da entidade recepcionam a governadora Izolda Cela, com um café da manhã nesta terça-feira, 24/05. A CDL tem vários projetos em parceria com o Governo do Estado. Alguns em andamento, outros parados. Assis Cavalcante insiste em um projeto que pode fazer o Centro da cidade ser referência: a moradia dos comerciários em prédios abandonados, que seriam transformados em residenciais.

João Carlos Mendonça deixa o Totolec

O empresário João Carlos Mendonça, sócio da loteria e dono do Totolec, entregou tudo para a família cuidar. Agora, o Totolec será gerido pela Loteria Estadual do Ceará, sob o comando de Daniel Carlos. Seu Mendonça foi curtir a aposentadoria. Como se homens como ele saíssem de cena.

[ Mais notícias ]