Voltar ao topo

24 de junho de 2024

Um total de 800 professores da rede estadual do Ceará será nomeado em janeiro

Os profissionais a serem nomeados no início de 2023 foram convocados por meio de edital em setembro, com procedimentos de entrega de documentos, lotação e perícia médica realizados nos meses seguintes
Foto: Divulgação/Governo do Estado do Ceará

Compartilhar:

Em 2023, cerca de 800 professores serão nomeados para a rede pública estadual. A informação foi passada pela governadora Izolda Cela (Sem Partido), junto com o governador diplomado Elmano de Freitas (PT), em transmissão ao vivo pelas redes sociais na manhã desta segunda-feira, 26. As nomeações estão programadas para o dia 9 de janeiro de 2023.

“No dia 9 de janeiro, a segunda segunda-feira do ano, o governador Elmano vai fazer a nomeação dos 800 professores e professoras que estão aptos a ingressar na rede. É com muita alegria que faço esse anúncio, contando com o compromisso e com a visão do governador eleito”, anunciou a governadora Izolda Cela.

Ela disse também que o tempo decorrido entre a convocação, em setembro, e a nomeação dos profissionais aconteceu em respeito à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). “Algumas questões relativas à LRF fazem a contenção de determinados atos de governo nesse período próximo do encerramento da gestão e a gente conta com esse compromisso do nosso governador eleito”, completou.

Os profissionais a serem nomeados no início de 2023 foram convocados por meio de edital, com procedimentos de entrega de documentos, lotação e perícia médica realizados nos meses seguintes, afirma a gestão. “Os 800 professores recentemente convocados, que integram o cadastro de reserva do concurso da Secretaria da Educação (Seduc), depois da convocação e da preparação de seus documentos, esperam ansiosos por essa notícia da nomeação. Lembrando que, na sequência da realização do concurso, nós chamamos 2.500, que era exatamente o número previsto no edital. E depois fizemos a convocação desses 800 candidatos que estavam no cadastro de reserva”, acrescentou.

Assim, serão 3.300 professores efetivos que ingressaram nos quadros da Seduc após a realização do concurso em 2018. “No dia 9 de janeiro teremos a nomeação dos professores do estado e já avisei à governadora que quero muito a presença dela neste momento, para celebrarmos mais essa conquista da educação do estado do Ceará. Queremos sempre mais termos professores efetivos, concursados. Isso significa melhoria da qualidade da educação. E é esse o pensamento que temos em comum: sempre melhorar a qualidade da educação do nosso estado”, disse Elmano de Freitas.

[ Mais notícias ]