Voltar ao topo

12 de julho de 2024

Um carro novinho para você… Comprar

Compartilhar:

Foto: Agência Brasil

O carro novo é o sonho de consumo de muita gente, porém você sabia que é um dos bens que mais causam perdas financeiras? O que fazer então? Deixar de possuir um automóvel, já que muitas vezes o carro é imprescindível para atividades laborais como de taxistas, motoristas de aplicativos, vendedores, entre outros profissionais? Ou comprar de forma mais inteligente financeiramente?

O que vou te mostrar são alguns cálculos para aquisição de um novo carro, de forma que sua perda financeira seja a menor possível. Pode ser aplicado para situações em que a aquisição de um novo automóvel não seja tão imediata como no caso dos profissionais citados anteriormente. Vamos considerar um automóvel bem “basicão” no valor de R$ 50 mil, tá?

Em um financiamento comum, você pagaria em 60 meses uma parcela de aproximadamente R$ 1.269,68, considerando que as taxas de juros aplicadas no financiamento são em torno de 1,5% a.m., o que significa dizer que você vai pagar R$ 76.180,28 por um carro de R$ 50 mil.

Ou seja: você está pagando mais de 50% do valor original do carro, e, ao final do pagamento da última parcela, seu carro vale em torno de 60% do valor original, ou seja, seu carro deve valer em torno de R$ 30 mil, o que significa dizer que você pagou mais de R$ 46 mil entre juros e perdas de depreciação em apenas cinco anos.

E, se o carro não fosse tão urgente assim e pudesse esperar essa aquisição? Vamos imaginar uma aplicação no mesmo valor da parcela do carro em um investimento que lhe rendesse apenas 0,8% a.m. Ao final de 60 meses, você acumularia o valor de R$ 97,287,79. Ou seja: ao final do período, você poderia comprar seu carro à vista, pediria um desconto e ainda sobraria um bom dinheiro pra manutenção, seguro, documentos, etc. Parece bom não é mesmo?

Esse é o poder dos juros compostos, use-o sem moderação – ao seu favor, nunca contra. Neste caso, o carro continuaria desvalorizando, porém sua perda seria menor e seria compensada pelo ganho financeiro. Porém, a pergunta é? Você consegue aguardar para comprar o carro depois ou quer comprar agora?

[ Mais notícias ]