Voltar ao topo

23 de julho de 2024

Técnico Paulinho Kobayashi deixa o Ferroviário

Compartilhar:

Paulinho Kobayashi assumiu Ferroviário no dia 6 do mês passado, após Anderson Batatais deixar o comando. Dois dias depois, treinador fez sua estreia pela equipe coral

David Mota
Especial para OPINIÃO CE
david.mota@opiniaoce.com.br

Técnico deixou o time após pouco mais de um mês de ficar no comando (Foto: Lenilson Santos/Ferroviário)

O treinador Paulinho Kobayashi não é mais o comandante do Ferroviário. Após pouco mais de um mês e sete jogos, o técnico deixou nesta quarta-feira, 16, o cargo na equipe coral juntamente com o seu auxiliar técnico Marcelo Copertino e o preparador físico Janderson Bessa.

Paulinho Kobayashi assumiu o Ferroviário no dia 6 do mês passado, após Anderson Batatais deixar o comando. Dois dias depois, o treinador fez sua estreia pela equipe coral contra o Maracanã. Paulinho deixa o comando com uma campanha de uma vitória (W.O), três empates e três derrotas.

Após ficar quatro jogos invictos, o Ferrão perdeu as suas últimas três partidas em sequência, sendo eliminado da Copa do Brasil, em derrota para o Nova Venécia, e do Campeonato Cearense, com duas derrotas para o Fortaleza. Kobayashi usou das suas redes sociais para se despedir do Ferroviário, criticou a postura de pessoas antiéticas na profissão, se demonstrou grato ao Tubarão da Barra e reclamou do pouco tempo disponível para treinar.

“Saio de cabeça erguida e consciente que sou ético, correto e profissional, mas infelizmente existem pessoas na profissão que não sabem o que é isso. Fica aqui minha gratidão ao Ferroviário e aos funcionários que sempre me trataram com carinho e respeito. Apesar de que não tenha tido tempo hábil para treinar, a não ser os 8 dias que antecederam a decisão contra o Fortaleza, acredito ter feito um bom trabalho, à despeito das circunstâncias, e sou grato à torcida pelo apoio e reconhecimento”, declarou em suas redes sociais.

O treinador também não quis citar o motivo pelo qual deixou o comando da equipe coral. “Prefiro não comentar o motivo da minha saída, mas sei que Deus é fiel e justo, e nada melhor que entregar nas mãos do Senhor para que Ele, com sua infinita misericórdia, trate com quem preparou minha saída. Ficarei sempre na torcida pelo poderoso Ferrão”, publicou.

O Ferroviário também se manifestou por meio de nota oficial confirmando a saída do treinador e dos dois componentes da sua comissão técnica, além de ressaltar que em breve anunciará o novo comando para a disputa da Série C do Brasileiro. Segundo apuração, o nome mais cotado para assumir a equipe é o do treinador Francisco Diá, atualmente no Pouso Alegre/BH, que passou pelo Ferroviário no ano passado.

“A diretoria de futebol do Ferroviário comunica oficialmente as saídas do treinador Paulinho Kobayashi, do auxiliar Marcelo Copertino e do preparador físico Janderson Bessa. Agradecemos aos profissionais por toda dedicação e trabalho desempenhado no clube e desejamos sucesso na sequência de suas carreiras. Em breve, o Ferroviário anunciará a nova comissão técnica que comandará a equipe no Campeonato Brasileiro Série C. No momento, o preparador fixo da casa, Marcos Rogério, comandará os trabalhos com o elenco, que se reapresenta hoje na Vila Olímpica Elzir Cabral”, disse o clube em nota oficial.

[ Mais notícias ]