Voltar ao topo

25 de julho de 2024

Sindicato e MEC devem selar acordo pelo fim da greve na próxima semana, diz deputado

Segundo o deputado, deve ocorrer próxima semana uma reunião entre o MEC e os sindicatos que resultará no fim da greve nas universidades federais.
Foto: Natinho Rodrigues

Compartilhar:

O deputado federal Idilvan Alencar (PDT) afirmou que, na próxima semana, deve ocorrer mais uma reunião de negociações entre o Ministério da Educação (MEC) e as lideranças dos sindicatos das universidades federais para negociar o fim da greve. Em entrevista exclusiva ao OPINIÃO CE, o parlamentar afirmou que está otimista pelo fim da paralisação das instituições educacionais, que devem assinar o acordo estabelecido pelo Governo. 

“Eles disseram que a comunicação do MEC, se for exatamente aquilo que eles disseram, vão assinar o acordo, a gente vai conseguir sair da greve. Estou otimista, eu acho que próxima semana deve ter uma reunião, que eles estão querendo para assinar um acordo, exatamente como o MEC está comunicando, não tem saída e resolve o problema”, afirmou o deputado Idilvan Alencar. 

A proposta atual do Governo Federal consiste na elevação do reajuste linear oferecido até 2026, de 9,2%, para 12,8%, sendo 9% em janeiro de 2025 e 3,5% em maio de 2026. A contraproposta do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes) foi que ocorra o reajuste de 3,68% ainda neste ano, 9% em 2025 e 5,16% em 2026. Também foi anunciada a recomposição de parte do orçamento das universidades federais e a oferta de 5,6 mil bolsas de permanência para estudantes indígenas e quilombolas. 

Na última segunda-feira (17), o Sindicato dos Docentes das Universidades Federais do Ceará (Adufc) havia decidido manter a greve dos professores nas universidades federais do Ceará, apesar de reconhecer os avanços nas negociações. Na ocasião, as lideranças criticaram a “falta de diálogo do Governo”. O Sindicato também havia afirmado que seria realizada uma nova assembleia para discutir a possibilidade de encerramento da paralisação. 

NOVO ENSINO MÉDIO

Ao OPINIÃO CE, o deputado federal Idilvan Alencar ainda se mostrou contente com a aprovação do PL de reformulação do Novo Ensino Médio, aprovado na Comissão de Educação do Senado, nesta quarta-feira (19). A proposta deve voltar para o plenário e depois para a Câmara. Dentre as discussões, está a obrigatoriedade das aulas de língua espanhola nas escolas públicas e que seja oferecida aulas de Ensino Médio no turno da noite em pelo menos uma escola por município. “Sem dúvidas, já tivemos um avanço muito grande. Agora, quando a matéria retornar à Câmara, estarei ansioso para participar do debate”, declarou o deputado.

[ Mais notícias ]