Voltar ao topo

17 de julho de 2024

Sete cidades cearenses recebem programação do 9° Festival Internacional de Circo do Ceará

Serão mais de 80 apresentações com artistas do Brasil, da Argentina, da Espanha e da Venezuela em praças e espaços culturais do Ceará
Foto: Divulgação/Tatiana Sajorato

Compartilhar:

O Festival Internacional de Circo do Ceará (FICC) realiza a sua 9ª edição de até o próximo dia 23 de julho, em praças e espaços públicos de sete cidades do Estado: Fortaleza, Aracati (em Canoa Quebrada), São Gonçalo do Amarante, Paracuru, Jijoca de Jericoacoara, Itapipoca e Sobral. A programação, iniciada nesta sexta-feira, 7, é gratuita e livre para todas as idades.

Serão mais de 80 atividades, entre apresentações de performances, números e espetáculos 100% acessíveis, com tradução em Libras e Audiodescrição, além de cortejos, oficinas, aulas-espetáculo, encontros e seminários com debates importantes na busca de construir caminhos para atender necessidades específicas da linguagem circense. Além de artistas brasileiros, a programação conta com grupos de outros três países: Argentina, Espanha e Venezuela.

O 9º Festival Internacional de Circo do Ceará é apresentado pelo Ministério da Cultura, Instituto Cultural Vale e Rede, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e é uma realização da Iluminura Produtora Cultural, Ministério da Cultura e Governo Federal. O evento conta com apoio das Prefeituras Municipais das cidades participantes e com o apoio institucional do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura e do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, gerido em parceria com o Instituto Dragão do Mar. 

PROGRAMAÇÃO

Fortaleza – Iniciada na Capital no dia 7 de julho, a partir das 17h, a programação da edição vai até o próximo dia 9. Na sexta-feira, 7, no Circo Escola Bom Jardim, com o espetáculo “Nordestinados In Circus” da Trupe Circus da Escola Pernambucana de Circo. No sábado e domingo, dias 8 e 9, respectivamente, o espetáculo ocorre no Anfiteatro do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Entre as atrações estão “La Fabulosa Travesía”, da Fanfarria Ambulante (Argentina); “Flutuando”, da Cia FloTTant (Venezuela); “Madame Frôda em: Música Clássica!”, de Ana Luiza Bellacosta (Distrito Federal); e “Conquista do ar”, de Gabriela Rojas (Fortaleza).

Canoa Quebrada – No Litoral Leste do Estado, Canoa Quebrada, no município de Aracati, recebe o festival em uma terça-feira, 11. A partir das 19h, será apresentado o espetáculo “Allegro Andante”, da Cia Barnabô (São Paulo) e uma Varieté da Associação Cultural Canoa Criança, no Circo Escola Canoa Criança.

São Gonçalo do Amarante – Ainda durante a semana, nos dias 12 e 13 de julho (quarta e quinta-feira), o festival leva as apresentações circenses para a Av. Coronel Neco Martins, que fica ao lado da Praça da Matriz do município. O público vai conferir, a partir das 19h, 16 apresentações, dentre elas “4×4!”, de Little Testa (Espanha); “Cola Shows”, com As inigualáveis irmãs Cola (São Paulo); e “Gran Circo Malabar”, do Coletivo FusCirco (Fortaleza).

Paracuru – No próximo final de semana, o festival promete muita diversão para a comunidade de Paracuru, no Litoral Oeste do Estado. No dia 14 de julho (sexta-feira), às 19h, na Praça do Conjunto Esperança, a Família Mambembe Los Iranzi (Paraíba) apresenta “Brincando de ser brincante”. Nos dias 15 e 16 de julho (sábado e domingo), o festival leva 14 apresentações para a Praça de Eventos, a partir das 20h. Entre elas, “Aerial Straps and Hair Hanging”, de Resiliencia Dúo (Argentina); “Circo do só eu”, de Esio Magalhães (São Paulo); “Cabeça de Nego”, de João Carlos Artigos (Rio de Janeiro); e “Street Circus Breaking”, do Conexão Breaking (Paracuru).

Jijoca de Jericoacoara – Na semana seguinte, dia 18 de julho (terça-feira), a partir das 16h, o festival estará no Circo Alchemist, em Jijoca de Jericoacoara. Serão duas apresentações, entre elas, “Tomate, puro Tomate”, do Palhaço Tomate (Argentina).  

Itapipoca – O festival segue durante a semana com programação em Itapipoca, nos dias 19 e 20 de julho (quarta e quinta-feira), a partir das 20h, na Praça Perillo Teixeira (Praça da Igreja Matriz). Entre as atrações, “Handstand”, de Héctor Carrozzo (Argentina); “A rua é nós!”, da Cia Ikannús (Itapipoca); “A arte de não fazer nada”, do Coletivo Paralelo (Maracanaú); e “Malabares sobre monociclo”, de Reginho Show (Fortaleza).

Sobral – A 9° edição do Festival encerra com espetáculos em Sobral, na Margem Esquerda do Rio Acaraú. A programação acontecerá no dia 21 de julho, a partir das 20h, no Teatro São João; nos dias 22 e 23, às 18h no Museu MADI Sobral e às 19h, no Anfiteatro da Margem Esquerda.  “Laborioso Contato: um palhaço anuncia o fim do mundo”, da Trupe Motim de Teatro (Quixeré); “Ch@furdo”, da Dona Zefinha (Itapipoca); e “Chamas dos Dragões”, da Cia Boitatá (Jijoca de Jericoacoara), estão entre as 19 atrações a serem apresentadas.

LUZ NO PICADEIRO

Além da programação artística, o festival vai realizar o Programa de Formação Luz no Picadeiro. A ação tem como objetivo preservar e difundir o saber circense através do ensino periódico de técnicas, valorizando a tradição e explorando novas possibilidades na busca do aperfeiçoamento nas diversas técnicas circenses, bem como fortalecer os processos de formação, produção, capacitação e instrução de artistas circenses cearenses. Encontros na Vila das Artes também ocorrerão durante a passagem do Programa na Capital cearense.

SERVIÇO

9º Festival Internacional de Circo do Ceará (FICC)

Apresentações Artísticas

  • Fortaleza (07 a 09/07);
  • Canoa Quebrada (11/07);
  • São Gonçalo do Amarante (12 e 13/07);
  • Paracuru (14 a 16/07);
  • Jijoca de Jericoacoara (18/07);
  • Itapipoca (19 e 20/07);
  • Sobral (21 a 23/07).

Luz no Picadeiro

  • Fortaleza (Oficinas: 7, 10 e 11/07 | Encontros: 10 e 11/07);
  • São Gonçalo do Amarante (Oficinas: 10 a 12/07);
  • Paracuru (Oficinas: 12 a 15/07);
  • Itapipoca (Oficinas: 17 e 18/07);
  • Sobral (Oficinas: 21 e 22/07).

[ Mais notícias ]