Voltar ao topo

24 de julho de 2024

Senai e SAP atingem a marca de 21 mil internos formados em cursos de educação profissional

Criado em 2019, a parceria visa auxiliar na ressocialização de detentos por meio da qualificação profissional; Nesta quarta-feira, 19, 480 internos de Sobral foram diplomados
Foto: Divulgação

Compartilhar:

O número de internos formados em cursos de educação profissional alcançou a marca de 21.100 nesta quarta-feira, 19. Firmado em 2019, o programa é uma parceria entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai CE) e a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado do Ceará (SAP), e visa auxiliar na ressocialização de detentos por meio da qualificação profissional.

Em comemoração ao marco, a parceria realizou duas cerimônias de certificação na cidade de Sobral. Na solenidade, foram diplomados 400 internos da Unidade Penal Masculina e 80 internas da Unidade Penal Feminina. Todos os 480 formandos completaram cursos de qualificação profissional com carga horária de 160 horas, distribuídas entre teoria e prática.

O titular da SAP, secretário Mauro Albuquerque, pontuou que a parceria tem refletido positivamente na reincidência criminal do Estado, além de ser um diferencial para os internos que buscam uma nova vida a partir dos estudos.

“Estamos muito satisfeitos com a parceria da FIEC (Federação das Indústrias do Estado do Ceará). A reincidência criminal no estado do Ceará caiu significativamente. Os internos têm acesso a estudo de qualidade pelo Sesi e qualificação profissional pelo Senai, têm trabalho e renda com a industrialização das unidades penais, fazem as manutenções e obras das unidades e a ressocialização”, disse Albuquerque.

Durante o evento na unidade penal masculina, também foi inaugurado um galpão de 200m², construído pelos internos dos cursos do segmento de Construção Civil. A estrutura está sendo usada como oficina de costura, onde os internos produzem peças do vestuário que são usadas pelos policiais penais e pelos próprios internos.

Para Paulo André Holanda, diretor regional do Senai CE e superintendente do Serviço Social da Indústria (Sesi CE), a contribuição dos Serviços da Federação ao programa que, segundo ele, é pioneiro no Brasil, é motivo de orgulho: “Me enche de orgulho saber que o Sesi e o Senai CE estão contribuindo com esse grande programa de ressocialização conduzido pelo secretário Mauro Albuquerque e seu time de guerreiros. Fico feliz em contribuir com este projeto e por saber que temos total apoio do Presidente da FIEC, Ricardo Cavalcante, que apoia e acredita no trabalho que tem sido feito”, destaca.

Além do time da SAP, participaram das cerimônias representantes de outros órgãos da segurança pública do Estado, como Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará (CBMCE), Polícia Militar (PM) e Polícia Rodoviária Federal (PRF). Pelo Senai, além do diretor e superintendente Paulo André Holanda, estiveram presentes os gerentes Walaci Fialho, Elson Batista e o analista Tiago Verissimo, que atuam, localmente, no atendimento às unidades penais.

[ Mais notícias ]