Voltar ao topo

17 de julho de 2024

Sarto anuncia pacote de R$ 130 milhões para a área da saúde; confira

O objetivo de garantir mais qualidade e eficiência nos serviços à população, além de proporcionar melhores condições de trabalho para os profissionais.
Foto: Divulgação/Prefeitura

Compartilhar:

O prefeito José Sarto (PDT) anunciou, nesta quinta-feira, 13, um pacote de investimentos na atenção básica da Rede Municipal de Saúde. O anúncio acontece em meio às comemorações do aniversário de 297 anos. Serão investidos, aproximadamente, R$ 130 milhões, com objetivo de garantir mais qualidade e eficiência nos serviços à população, além de proporcionar melhores condições de trabalho para os profissionais.

“Hoje é um dia simbólico, de celebração dos 297 anos de Fortaleza. Estamos prontos para fazer uma revolução na saúde e reverter nossos indicadores”, disse o prefeito. “Hoje é o marco zero de grandes realizações na atenção básica de Fortaleza. Vamos presentear nossa cidade ao lado dessa equipe maravilhosa que lidera e coordena postos de saúde, CAPS, UPAs e hospital”, afirmou o gestor.

A iniciativa contemplará a construção de 16 novos postos de saúde, a reforma de outros 96 e a total requalificação de outras 8 unidades, além de novos quatro Centros de Atenção Psicossocial (CAPS). O pacote também inclui a reestruturação da infraestrutura das seis Unidades de Pronto Atendimento (UPA) gerenciadas pelo Município, a implantação de nove farmácias polo e o chamamento de médicos para compor a Atenção Primária à Saúde. Os investimentos vão favorecer, em especial, as regiões mais vulneráveis da Cidade.

“Com essa ação, nós estamos ampliando o nosso leque de melhorias na qualidade da assistência nas principais vertentes: a infraestrutura, a complementação da equipe de profissionais e a assistência farmacêutica. Não adianta termos uma unidade estruturada sem profissional ou sem medicação”, explica o secretário da Saúde de Fortaleza, Galeno Taumaturgo.

POSTOS DE SAÚDE

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf), irá construir 16 novas Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS) até 2024. Estas obras contarão com investimento na ordem de R$ 30 milhões, com previsão de início para o segundo semestre deste ano e conclusão para o segundo semestre de 2024. “Esse é um programa de investimentos ousado, que envolve diversas secretarias. Algumas intervenções já foram iniciadas e outras já estão em processo de contratação, e a Seinf vai trabalhar nas construções e reformas mais significativas”, afirma Samuel Dias, secretário de Infraestrutura.

“Essas obras irão expandir espacialmente o atendimento, podendo atender melhor a população, que precisará se deslocar menos”.

Os novos postos contarão com sala de espera, consultórios, sala de vacinas, farmácia, sala de observação, sala de coleta, sala de procedimentos, banheiros com acessibilidade, dentre outros espaços que irão beneficiar tanto a população como os funcionários das novas unidades de saúde. A medida vai garantir o cumprimento da meta do plano de governo de entregar 18 novos postos até o final da gestão, já que dois novos postos de saúde já foram inaugurados e estão em funcionamento.

Além das construções de novas unidades, o pacote de investimentos prevê a reforma de 96 postos de saúde, por meio da Secretaria Municipal da Gestão Regional (Seger). Os serviços de requalificação serão realizados por blocos, seguindo ordem de critérios técnicos. Cada etapa contemplará oito postos, recebendo intervenções simultaneamente.

CAPs

Fortaleza ganhará quatro novos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), até dezembro de 2024. Serão dois CAPS Infantis – um já com sua localização definida, no bairro Granja Portugal – e dois CAPS Gerais, para acolhimento de adultos. O investimento estimado é de R$ 10 milhões. O serviço dos CAPS, que atua na saúde mental dos fortalezenses, é porta aberta, por meio do qual o usuário pode procurar diretamente, ou ser encaminhado por um dos postos de saúde da Capital.

Durante o evento, a Prefeitura também anunciou a convocação de novos 89 médicos para reforçar o atendimento à população. Os profissionais irão atuar nas Equipes de Estratégia da Família (ESF), que atendem diariamente demandas programadas e espontâneas, das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira, nos postos de saúde da Capital.

[ Mais notícias ]