Voltar ao topo

17 de julho de 2024

Reunião nesta terça discute Observatório Costeiro e Marinho

Compartilhar:

Encontro acontece de forma virtual e contará com apresentação do projeto, um dos produtos do Planejamento Costeiro e Marinho do Ceará

Redação OPINIÃO CE
redacao@opiniaoce.com.br

Iniciativa é uma união de esforços no Ceará (Foto: Natinho Rodrigues)

Acontece nesta quarta-feira, 23, a 1ª Reunião Ordinária do Colegiado Estadual de Gerenciamento Costeiro do Ceará 2022 para discutir sobre o Observatório Costeiro e Marinho do Ceará. A reunião ocorre de forma virtual, às 14 horas, e contará com a apresentação do projeto, que se configura como um dos produtos do Planejamento Costeiro e Marinho do Ceará e faz parte do Programa Cientista Chefe-Meio Ambiente (Funcap/Sema/Semace), tendo à frente o Professor Luís Ernesto Bezerra (Labomar-UFC).

Nesse primeiro encontro, o professor Eduardo Lacerda, que responde pelo projeto “Planejamento Costeiro e Marinho”, incluso no Programa, fará a apresentação em conjunto com os coordenadores do núcleo responsáveis pela sua idealização. O objetivo do programa é buscar auxiliar na tomada de decisões envolvendo a zona costeira e o ambiente marinho, visando a preservação da biodiversidade no Estado.

O Observatório contará com uma equipe preparada que, dentre outras atribuições, trabalhará na prevenção de acidentes ou crimes ambientais, como desabamentos ou aparecimento de manchas de óleo que podem atingir novamente as praias do estado do Ceará. Além disso, o projeto contará com contribuições de forma participativa para o desenvolvimento sustentável na Zona Costeira cearense, já que está sendo concebido como um espaço de participação social.

Outro ponto a ser destacado é que a iniciativa terá uma sala no Labomar-UFC, e agrupará uma rede de pesquisadores e instituições especializadas, sendo ativado quando necessário. Contribuições e sugestões para o processo de construção podem ser enviadas para o e-mail cientistachefesema@gmail.com.

TRABALHO COLETIVO
O projeto conta com professores/pesquisadores/técnicos da Sema, da Superintendência Estadual do Ceará (Semace), da Secretaria do Patrimônio da União (SPU), da Marinha do Brasil, de representantes dos 23 municípios costeiros do estado, da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap/Programa Cientista-Chefe, do Instituto de Ciências do Mar (Labomar/UFC), de vários departamentos da Universidade Federal do Ceará (UFC), da Universidade Estadual do Ceará (Uece) e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE).

[ Mais notícias ]