Voltar ao topo

13 de abril de 2024

Queiroz Filho aponta que reajuste aprovado para servidores estaduais é abaixo da inflação

"O reajuste anunciado é de 5,62%, mas, na verdade, é de 2,81%, considerando que vai começar a ser pago apenas a partir do meio do ano, sendo assim, abaixo da inflação do ano passado, que ficou em 4,62%", demonstrou o parlamentar
Deputado Queiroz Filho (PDT) fez a denúncia após ouvir representantes do serviço público estadual. Foto: Divulgação/ Alece

Compartilhar:

O deputado Queiroz Filho (PDT) questionou durante a sessão ordinária da Assembleia Legislativa (Alece) os valores do reajuste aprovado para os servidores públicos do Estado, que será pago a partir da folha salarial de julho.

O reajuste anunciado é de 5,62%, mas, na verdade, é de 2,81%, considerando que vai começar a ser pago apenas a partir do meio do ano, sendo assim, abaixo da inflação do ano passado, que ficou em 4,62%. Apenas aqueles que recebem abaixo do piso terão direito ao retroativo. Nós, da oposição, cobramos uma melhor negociação para que o Governo pudesse pelo menos retroagir para todos o valor para janeiro, que é a data-base”, demonstrou o parlamentar.

Segundo Queiroz Filho, não houve diálogo o suficiente com os servidores estaduais.

“Falei com representantes do Sindicato Apeoc e soube que não houve acordo sobre o reajuste. Essa é uma forma de tratorar a mensagem, sem discutir, sem negociar. Pela primeira vez na História do nosso estado, não será dado o reajuste de forma linear. Ano passado dei o voto de confiança, pois nem o piso nem o mínimo, os servidores tinham. Mas não sou favorável a esse valor, que está muito longe da necessidade, muito menos da promessa do governo”, encerrou.

Fernando Barbosa

[ Mais notícias ]