Voltar ao topo

17 de julho de 2024

Simpósio sobre envelhecimento ativo e saudável será realizado nesta quinta (15), em Fortaleza

Com realização da SDHDS e da Coaph Saúde, o simpósio vai discutir temas como violência, garantia de direitos, atendimento e prevenção ao paliativismo da população idosa
Foto: Beatriz Boblitz

Compartilhar:

Nesta quinta-feira, 15, será realizado o 1º Simpósio Envelhecimento Ativo e Saudável, das 8h às 18h, no Hotel Gran Mareiro, na Praia do Futuro, em Fortaleza. A programação vai contar com palestras, troca de experiências e elaboração de propostas. De realização da Secretaria Municipal dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS) e da Coaph Saúde, da Cooperativa de Atendimento Pré e Hospitalar (Coaph), o simpósio vai discutir temas como: a violência institucional e a garantia de direitos para a pessoa idosa; o atendimento humanizado da Assistência Social para a pessoa idosa; o Atendimento humanizado na saúde; e da prevenção ao paliativismo. Além disso, será discutido e apresentado o movimento HDOC 60+.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2050, um em cada quatro brasileiros (25%) será idoso. Dessa forma, entende-se que a temática se torna ainda mais urgente, tendo em vista o cenário esperado da população brasileira. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), a pessoa idosa deve participar ativamente no futuro e contribuir para o desenvolvimento sustentável, e, se necessário, ter acesso à justiça por qualquer violação de direitos humanos que sofra.

Já conforme o Estatuto do Idoso, a Lei Nº 10.741, de 2003, “Nenhuma pessoa idosa será objeto de qualquer tipo de negligência, discriminação, violência, crueldade ou opressão”. Descreve, ainda, que todo atentado ao direito dos idosos será punido na forma da lei e que é dever de todos prevenir a ameaça ou violação a esses direitos.

Estarão presentes no evento, além da SDHDS, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS); a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa); o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE); a Delegacia Especializada da Pessoa Idosa; o Núcleo de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); prefeitos de municípios cearenses; médicos da Coaph Saúde e Rede Hospital Dr. Oswaldo Cruz (HDOC); e o Serviço Social do Comércio (Sesc).

HDOC 60+

O HDOC 60+ é uma iniciativa da Rede HDOC, do Hospital Dr. Oswaldo Cruz, em que é pretendido realizar uma cultura de atividades, tratamentos e cuidados voltados para o público com 60 anos ou mais. Serão apresentadas novas tecnologias que poderão auxiliar na prevenção de doenças, como o Zyto, uma ferramenta de anamnese digital para a pessoa idosa; e o TytoCare, que permite a captura fiel de imagens e sons em pessoas idosas.

SEGUNDO SIMPÓSIO

Segundo o Coronel Sérgio Gomes, titular da Coordenadoria Especial do Idoso da SDHDS, a previsão de realização do segundo Simpósio é para o dia 15 de junho de 2024, no Dia Mundial de Prevenção e Combate à Violência contra a Pessoa Idosa.

[ Mais notícias ]