Voltar ao topo

17 de julho de 2024

Previsão para esta semana é de céu nublado com chuva em Fortaleza e demais cidades cearenses

Município de Cedro. Foto: Maciel Bezerra/Funceme

Compartilhar:

Depois de fortes chuvas em Fortaleza e demais municípios do estado, a previsão da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) é de céu nublado na Capital cearense e em outras cidades do Ceará, mas sem descartar chuva fraca e moderada para todas as macrorregiões. Para a próxima terça-feira, 15, a previsão é de céu variando de nublado a parcialmente nublado com chuva, principalmente na madrugada.

De acordo com a previsão da Funceme, a manhã de terça-feira é de chuva em toda a faixa litorânea do Ceará, no Maciço de Baturité, no Cariri, no sul do Sertão Central e Inhamuns e na Jaguaribana. No período da tarde, deve chover em todas as macrorregiões do estado e, durante à noite, na Serra de Ibiapaba, no Litoral Norte, em Jaguaribana, no Cariri e no sul do Sertão Central/Inhamuns.

Em geral, a Funceme aponta áreas de instabilidade provenientes da proximidade da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) e efeitos locais, como temperatura, relevo e umidade como os fatores que contribuição para as precipitações.

Fim de semana com chuva e alagamentos

No último fim de semana, choveu em todas as regiões do estado, com destaque para o Cariri, sul do Sertão Central e Inhamuns, Jaguaribana, faixa litorânea e Ibiapaba. Nos dois dias, as chuvas tiveram intensidade entre fraca e moderada em boa parte do estado, mas com eventos de intensidade forte principalmente em áreas do centro-sul e noroeste (Ibiapaba e Litoral Norte).

No sábado, 12, os postos com maiores chuvas foram em Lavras da Mangabeira, com 130 milímetros, Viçosa do Ceará, com 109mm, Croatá, com 83,2mm, Tamboril, com 82mm, Granja, com 81mm e Várzea Alegre com 75mm.

No mesmo dia, depois de fortes chuvas, o açude do Sítio Caraíbas, no distrito de Canindezinho, no município cearense de Várzea Alegre, localizado cerca de 430 km de Fortaleza, sangrou e acabou alagando várias ruas e residências na região. Mais de 30 famílias ficaram ilhadas e desabrigadas com o rompimento da barragem. Em algumas localidades, as chuvas foram superiores a 260mm, caso registrado no Baixio dos Primos, de acordo com a assessoria da Prefeitura.

Já no domingo, 13, choveu mais em Itaiçaba (67mm), Russas (64mm), Morada Nova (56mm), Croatá (46.3mm) e Palmácia (45.2mm). Naquele dia, a barragem de um açude na localidade de Catolé, no município de Cedro, a 387 km da Capital cearense, também se rompeu na madrugada deste domingo, 13, depois de fortes chuvas.

Segundo o Corpo de Bombeiros de Iguatu, a barragem de Catolé rompeu na madrugada de sábado para domingo com algumas famílias atingidas e ficando desabrigadas. Além dos alagamentos, houve risco de alguns colapsos estruturais em algumas residências da região e pontes, bueiros, barragens, açudes e estradas foram danificadas por causa da enxurrada de água.

O governador do estado, Camilo Santana (PT), em suas redes sociais, divulgou nota afirmando que as equipes do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil trabalharam durante todo o domingo para minimizar os efeitos das enchentes no município de Cedro.

[ Mais notícias ]