Voltar ao topo

24 de julho de 2024

Prefeitura de Fortaleza gasta meio milhão por mês para repor fios roubados, diz Sarto

O prefeito anunciou uma força-tarefa para coibir roubo de fios e cabos em Fortaleza
Já foram realizadas prisões pela Polícia Militar e pela Guarda Municipal. Foto: Rodrigo Rodrigues

Compartilhar:

O prefeito José Sarto (PDT) anunciou, em transmissão ao vivo nesta terça-feira, 19, a implantação de uma força-tarefa entre Guarda Municipal, equipes de videomonitoramento e Agefis para coibir o roubo de fios e cabos na capital cearense. O prejuízo que o município tem em decorrência da prática criminosa é de meio milhão por mês. “Mais de 90% dos casos de semáforos sem funcionamento são devidos a roubos, e isso é crime. A Prefeitura gasta R$ 500 mil por mês para repor esses fios. Ou seja, a cada ano, a gente perde um Cuca, que para construir custa R$ 6 milhões. Isso é caso de polícia”, destacou Sarto.

O prefeito reforçou que desde 2021 a situação vem sendo conversada com a Secretaria Estadual da Segurança Pública (SSPDS), e que já foram realizadas prisões pela Polícia Militar e pela Guarda Municipal. O problema, no entanto, é maior, pois existe uma cadeia de pessoas que lucram com os crimes, sendo necessário um trabalho conjunto de inteligência. Além de seguir cobrando o órgão responsável pelo combate ao crime no estado, a Prefeitura está se mobilizando para tentar deflagrar esses roubos.

Através da Agência de Fiscalização (Agefis), das equipes de videomonitoramento e da Guarda Municipal, será realizado um trabalho de inteligência e investigação por tempo determinado. O objetivo da força-tarefa é entregar, ao fim do período, um dossiê investigativo à Polícia e ao Ministério Público com informações que possam auxiliar no cumprimento de medidas penais aos envolvidos nos delitos. Além da questão dos semáforos, outros temas envolvendo mobilidade e transporte urbano foram abordados durante a transmissão ao vivo.

CATRACAS DUPLAS

Durante live desta terça, Sarto também relembrou o compromisso de retirar as catracas duplas do ônibus, que estavam causando desconforto à população. O Sindiônibus já iniciou a retirada e a Prefeitura irá fiscalizar, a partir desta semana, os veículos para averiguar o cumprimento da medida. Se qualquer usuário do transporte público encontrar catracas duplas nos ônibus, poderá entrar em contato com o número 156 para registrar a reclamação, disse o prefeito. Também nesta terça, o gestor municipal confirmou o pagamento do Piso da Enfermagem para esta quarta-feira, 20.

[ Mais notícias ]