Voltar ao topo

16 de julho de 2024

Prefeito de Pedra Branca alerta moradores após risco de rompimento de açude

Conforme a Funceme, choveu em Pedra Branca quase o dobro da média esperada para o mês de março, alcançando 369 milímetros
Foto: Reprodução/IDACE

Compartilhar:

Devido ao risco do arrombamento de uma barragem particular em Pedra Branca, no interior do Ceará, moradores da região, no Sertão Central cearense, foram orientados na noite desta quarta-feira, 5, pelo prefeito Matheus Gois (PSD), a deixarem suas casas e se abrigarem em locais seguros. A medida preventiva se deu após as fortes chuvas que caíram no Município. O pedido do prefeito foi publicado por meio de suas redes sociais.

No fim da tarde desta quinta, após visita da Defesa Civil ao açude particular, foi constatado que o equipamento possui pequenas rachaduras, mas que o risco não é “iminente”. As equipes seguirão monitorando o reservatório.

Conforme publicação de Matheus Gois, o alerta de evacuação destina-se principalmente aos moradores da Rua da Muriçoca e aos que residem nas proximidades do açude do Povo, que corre risco de arrombamento. “Fica o alerta para quem puder sair de casa, quem tiver para onde ir, que saiam desses locais”, disse. A medida visa evitar uma tragédia em efeito cascata, já que, segundo o gestor municipal, “não se sabe ao certo o volume de água que tem esse açude”.

LEIA TAMBÉM | Governo Federal reconhece situações de emergência e calamidade em cidades cearenses


Entre as medidas de assistência disponibilizadas pela Prefeitura de Pedra Branca, está à disposição do Ginásio João Flor, ainda na noite desta quarta-feira, para abrigar os moradores que não têm para onde ir. Foram viabilizados pela Prefeitura 70 colchonetes para as famílias desabrigadas. O Município decretou também estado de emergência em decorrência dos estrados causados pelas chuvas de março e do início de abril.

Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a cidade de Pedra Branca registrou 261.5 mm durante o mês de março, um desvio positivo de 64.7% em relação à normal para o período (158.8 mm). A Defesa Civil do Município segue fazendo vistorias nos pontos mais críticos e alertando os moradores dos perigos. Em caso de enchentes, alagamentos, desmoronamentos ou outras tragédias relacionadas às chuvas, a população pode acionar o órgão por meio do telefone (88) 99941.3216.

[ Mais notícias ]