Voltar ao topo

17 de julho de 2024

PL para criação de mais cargos na área da saúde mental é enviado à Câmara Municipal

Foto: Prefeitura de Fortaleza

Compartilhar:

O prefeito José Sarto anunciou, nesta segunda-feira (4), o envio de Projeto de Lei à Câmara Municipal para criação de cargos para convocação de 58 profissionais do cadastro reserva do Edital 77/2018, referente ao concurso público para cargos de nível superior na área da saúde mental, entre enfermeiros, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais e psicólogos.

“Após aprovação, vamos convocar esses profissionais de nível superior para reforçar o atendimento e nos ajudar a melhorar a abordagem de saúde mental em Fortaleza”, afirmou o prefeito José Sarto. O anúncio do Projeto de Lei que cria os novos cargos ocorreu durante o Seminário Intersetorial da Saúde Mental de Fortaleza, evento promovido pela Prefeitura em parceria com a organização global de saúde Vital Strategies e o Instituto Cactus.

As novas contratações representam um investimento de R$ 271,2 mil por mês, que incrementará a Rede de Saúde Mental. O concurso para atuação na Rede de Atenção Psicossocial do Município (RAPS), realizado em 2018, convocou 88 profissionais, conforme previsto no edital. O contingente adicional de 58 profissionais será convocado após aprovação do Projeto de Lei pelos vereadores.

Rede de Atenção Psicossocial

A Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) de Fortaleza é composta por 23 equipamentos, sendo 15 Centros de Atenção Psicossocial (seis gerais, dois de atendimento infantil e sete de atendimento a dependentes de álcool e outras drogas), cinco unidades de acolhimento para dependentes químicos e três residências terapêuticas.

Além disso, a Prefeitura dispõe de uma rede de apoio à internação com 25 leitos infantojuvenis na Sociedade de Assistência e Proteção à Infância de Fortaleza (Sopai) e 12 leitos para desintoxicação na Santa Casa de Misericórdia.

Com informações da Prefeitura

[ Mais notícias ]