Voltar ao topo

16 de julho de 2024

Pacote de recuperação de rodovias do Ceará tem prazo de um ano

Compartilhar:

Pacote de Recuperação Funcional das Rodovias Estaduais vai reformar e sinalizar um total de 1.510 km em 80 trechos de CEs. Investimento será de R$ 477 milhões, afirma gestão estadual

Redação OPINIÃO CE
redacao@opiniaoce.com.br

Governadora Izolda Cela (Foto: Divulgação)

Lançado nesta terça-feira, 31, o Pacote de Recuperação Funcional das Rodovias Estaduais vai reformar e sinalizar um total de 1.510 km em 80 trechos de CEs, no prazo de um ano, afirmou a governadora Izolda Cela ao anunciar o programa. O investimento será de R$ 477 milhões.

O lançamento foi realizado por meio de transmissão ao vivo pelas redes sociais, com as presenças do secretário das Cidades, Marcos Cals, e do superintendente de Obras Públicas, Quintino Vieira.

De acordo com a governadora, a iniciativa é um compromisso para oferecer mais tranquilidade e conforto aos motoristas e passageiros que trafegam pela malha viária estadual, destacada pelas amplas conexões.

“O Ceará tem cerca de 8.900 km de estradas estaduais pavimentadas. Uma parte delas foi mais severamente impactada pelas intensidade das chuvas, que nós gostamos e damos graças a Deus, mas vamos fazer a recuperação daquilo que impactou”, assegurou Izolda Cela.

Dentro do Programa Ceará de Ponta a Ponta, executado pela SOP, o pacote alcançará o território de 89 municípios, com serviços de reciclagem de base com adição de brita; pavimentação com revestimento asfáltico; e sinalização horizontal e vertical, entre outras ações técnicas.

Outro destaque da recuperação funcional é que, ao corrigir defeitos de superfície do pavimento e estender a vida útil das rodovias, evita-se que a necessidade de correções se acumule ao nível de demandar não mais serviços pontuais, mas uma obra de restauração, que é mais complexo, por isso mais dispendioso e demorado.

EXPANSÃO NO CEARÁ
Marcos Cals, titular da SCidades, reforçou a importância da ação para o desenvolvimento regional. “Essas estradas [estaduais] já estão consolidadas, muitas delas servirão de escoamento da produção, já que tivemos um inverno bom. A nossa base da estrada estadual é para uma certa quantidade de toneladas por eixo e, muitas vezes, os bitrens prejudicam as CEs.”

Os trechos que receberão os serviços foram elencados por estudo técnico da SOP, que levou em consideração as reais condições de tráfego e ponderou a melhor forma de realização dos reparos para cada uma das rodovias avaliadas. Na oportunidade, Izolda Cela apresentou fotos dos serviços que já estão sendo executados na CE-085.

Sobre a situação das rodovias federais em território cearense, a governadora ressaltou que o Estado do Ceará não tem gestão sobre elas, mas que mantém diálogo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), vinculado ao Ministério da Infraestrutura, para que a população conte com uma rede viária em melhores condições.

O Ceará de Ponta a Ponta representa o esforço permanente para estruturar a integração das cidades e potencializar o desenvolvimento regional. Desde 2015, foram 2.995 km de obras rodoviárias entregues pavimentação, restauração e duplicação, com investimento superior a R$ 2,5 bilhões.

[ Mais notícias ]