Voltar ao topo

24 de julho de 2024

O profeta político Cid Gomes

Compartilhar:

O senador Cid Gomes, em novembro, coordenando o 3º Encontro Regional do PDT, no município de Crateús, sertão dos Inhamuns, profetizou: “Hoje, o Ciro tem 6% nas pesquisas. Se em abril, no dia do meu aniversário, 27 de abril de 2022, ele atingir 15% nas pesquisas, será o presidente do Brasil”. Levantamento do BTG/FSB Pesquisas, divulgado na segunda-feira, 25, Mostra Ciro Gomes com 14%. A previsão de Cid se confirmou.

Ele está comemorando o aniversário e o presente que recebeu, profetizou e pediu. Agora, para o PDT, é fazer esforço no sentido de que decole de vez a pré-candidatura de Ciro Gomes, colocando um fim na polarização entre Lula e Bolsonaro, intencionalmente provocada pelos assessoreis para mantê-los em provável segundo turno. Ciro parece ter conseguido romper o bloqueio. Agora, é aguardar para saber se seguirá crescendo, até chegar ao sonhado segundo turno.

O eleitor está acompanhando o esforço do presidente Bolsonaro em se manter no segundo turno. Para gerar mídia positiva, comprou briga com o Supremo Tribunal Federal (STF), o que garante muita popularidade nas redes sociais. Bolsonaro, que estava afundando, cresceu 5% na pesquisa do BTG/FSB. O alvo de Ciro seria o presidente, que tem 17% de vantagem. Até dois de outubro, são seis meses e oito dias de campanha. Muito tempo. Vem, ainda, o melhor: os debates, onde Ciro deve crescer, por ser bom orador e preparado.

Os últimos movimentos de Ciro Gomes fizeram elevar seu envolvimento com o eleitor e crescer nas pesquisas de intenção de votos. Ele segue atacando fortemente os erros cometidos por Lula no passado e massacra Bolsonaro, a quem considera um grande “bandido, entreguista, corrupto e genocida”. A coragem de Ciro parece ter cativado quem não tem simpatia pelo atual e pelo ex-presidente. Ele tem estrutura menor para competir na internet. Lula possui dinheiro e a máquina do PT. Bolsonaro tem um partido bilionário, equipe de internet montada há quatro anos e a máquina do governo federal. A campanha está começando e deve ficar mesmo entre os três.

Servidor público de Barbalha e adversário queria matar prefeito e familiares

O prefeito de Barbalha, Guilherme Correia Saraiva, sua esposa e a filhinha de nove meses foram ameaçados de morte em mensagens que recebeu pelo WhatsApp. A polícia investigou. A mensagem ameaçadora ao prefeito e à sua família foram disparadas do celular do servidor da Câmara de Vereadores e ex-secretário do município na gestão do prefeito Argemiro Sanpaio. Correto, o prefeito Guilherme inocentou o ex-gestor.

Leonardo Araújo vice?

O deputado Leonardo Araújo (MDB) tem como projeto político conquistar o terceiro mandato de deputado estadual. O PDT, partido que vai indicar o candidato ao governo, está aguardando os partidos para montar a chapa completa. A sigla, presidida no Ceará por André Figueiredo, recebeu o nome do deputado Leonardo Araújo para formar na chapa majoritária.

Firmo x Felipe Mota

Esquentou a briga entre Felipe Mota e Firmo Camurça por votos. Candidatos a deputado federal estadual, ambos têm os mesmos colégios eleitorais: Caucaia, Maracanaú e Maciço de Baturité. O prefeito Roberto Pessoa interveio, para acalmar os lados.

[ Mais notícias ]