Voltar ao topo

24 de junho de 2024

O poder transformador da coletividade

Compartilhar:

Em visita a minha terra natal, Crato, me surpreendi com a força da ação coletiva. Vou compartilhar aqui essa história inspiradora. Havia um espaço central – praticamente sem vida – cercado por casas, oito no total. Os moradores enxergaram ali uma área a ser transformada. Se uniram, se cotizaram… Cada um fez um pouco, mas a doação foi para além dos recursos financeiros, houve entrega de afeto e de amor. O espaço foi transformado numa linda praça especialmente pensada para crianças.

Divulgação

Troncos de madeiras viraram bancos. Um grande cilindro de cimento virou túnel. As árvores ganharam balanços coloridos. As plantinhas bem cuidadas e floridas despertam em todos uma sensação incrível se bem estar. O vento que sopra forte no sopé na Chapada do Araripe faz balançar os objetos pendurados no espaço denominado Experiência Sonora. Uma geladeira virou armário coletivo repleto de livros e brinquedos. Tem caminho de pedras, areia, bolinhas de coco e esponja.

Cada passo proporciona às crianças uma experiência sensorial a ser sentida na pontinha dos dedos e em todo o resto dos pezinhos que começam a conhecer o mundo. E os pneus? Foram cuidadosamente pintados e posicionados em um circuito que convida ao movimento. Subir… descer… pular… Tem até um pia, na altura das crianças, para estimular a higiene das mãos.

O que mais encanta nessa ação coletiva é a opção de cidadãos comuns em realizar. Não houve demanda ao poder público. Não houve pensamento individual. Um exemplo incrível de vida em sociedade e uma esperança imensa no ser humano. As crianças que ali habitam estão crescendo e brincando com liberdade e segurança – estão desenvolvendo habilidades e aprendendo que a vivência coletiva, com respeito ao ambiente e ao próximo, é caminho correto. Aquelas pessoas cuidam umas das outras e do lugar onde vivem. Isto é inspirador.

[ Mais notícias ]