Voltar ao topo

14 de julho de 2024

Os bastidores da ida de Ciro Gomes à Câmara de Vereadores de Fortaleza

Foto: Reprodução/Facebook

Compartilhar:

O pré-candidato a presidente da República, Ciro Gomes, chegou à Câmara Municipal de Fortaleza no mesmo momento em que entravam no prédio Roberto Cláudio, Prisco Bezerra e o deputado Mauro Filho. A presença de RC e do irmão, ao lado de Ciro, fez vibrar os convidados. Ao ser citado por ele, como melhor prefeito de Fortaleza, o auditório gritou: “Roberto, governador e Ciro presidente!” As manifestações não receberam comentários. Ciro e RC apenas acenaram.

A presença do senador Prisco Bezerra tem um forte significado, por ser muito próximo de Ciro Gomes e uma espécie de pensador, estrategista e articulador. Sob a coordenação de Prisco, Roberto Cláudio venceu quatro eleições que disputou, Camilo foi reeleito e Sarto saiu-se vitorioso contra o Capitão Wagner.

Ciro Gomes estendeu a mão aos vereadores e sinalizou que o Ceará é exemplo de gestão fiscal para o Brasil. “Graças ao Mauro Filho, o Ceará é modelo, exemplar. Estamos com a Miss Brasil e Ceará e Fortaleza na série A”, brincou. O Brasil para Ciro é um péssimo exemplo em gestão fiscal. “O orçamento do País é de R$ 4,8 trilhões, só temos R$ 25 bilhões para investimento e o dinheiro ainda está no orçamento secreto movimentado pelo parlamento”, pontuou.

Ao criticar a relação nada republicana entre o executivo e o legislativo, por conta do orçamento secreto, Ciro foi duro: “O Brasil tem cinco pessoas concentrando toda riqueza. Essas pessoas pagam as pesquisas para manter em primeiro lugar o candidato facista contra o comunista e foram criados bolsões na internet para alimentar essa enganação, onde 68 milhões de pessoas estão com dívidas e o nome no SPC e seis milhões de empresas no Serasa, próximas da falência”.

Ciro impressionou pela aula que concedeu. Conhece o Mundo, a história da origem dos modelos e sistemas de governo, o feudalismo, as monarquias, repúblicas, o presidencialismo e o parlamentarismo. Ele tem o plano para tirar o Brasil do buraco. Avaliando suas palavras, antes dele vender Lula e Bolsonaro, precisa vencer o internauta que, segundo ele, “é alimentado de informações duvidosas”.

Baquit avalia pré-campanha

Para o deputado Osmar Baquit, a movimentação dos pré-candidatos do PDT oxigena o partido e mobilização a opinião pública, mas não vai influir na escolha. “Na hora certa, será divulgado o nome e vamos para a disputa”.

Fim do papel no Governo do Ceará

A governadora Izolda Cela acaba de criar a Unidade de Gerenciamento do Projeto Ceará Mais Digital, que será tocada pelo secretário da SEPLAG, Ronaldo Borges, um defensor do fim do papel na gestão pública. No órgão, todos os processos já são digitais. A Pasta está sendo usada como laboratório.

[ Mais notícias ]