Voltar ao topo

17 de julho de 2024

O adversário Wagner

Compartilhar:

Foto: Divulgação

O senador Cid Gomes (PDT) disse que “lamenta a situação do prefeito do Eusébio, Acilon Gonçalves. “Um grande parceiro, defensor da ciência e grande homem público”. A declaração do senador foi feita momentos antes do encontro regional do PDT, em Pacajus, região metropolitana de Fortaleza.

Respondendo sobre adversários para o pleito de outubro, Cid Gomes disse que o Capitão Wagner “é o pior tipo de gente”. “Ele organiza motins, é contra a sociedade cearense, nunca trabalhou, ganha na polícia sem trabalhar. É miliciano, vive de motins”, disparou.

Não é novidade no cenário político, o senador considerar o deputado Capitão Wagner (ainda Pros) o pré-candidato do presidente Bolsonaro no Ceará. Ele será o alvo principal do grupo liderado por Cid Gomes. Na manhã de sexta-feira, no Abolição, jornalistas perguntaram sobre as melhorias anunciadas para os policiais e citaram Wagner como um candidato apoiado por parte da corporação. “Me digam logo que ele fez pelo Ceará?” Os jornalistas silenciaram.

Em seguida, o governador disparou: “O líder de motins não fez nada.” Ouvido pela imprensa, o ex-prefeito Roberto Cláudio foi mais incisivo. “O Wagner não trabalha, só atrapalha, prejudica a imagem do Ceará, alimenta a violência e lidera milícias”. O PDT encontrou seu alvo político em 2022.

O 9º Encontro Regional do PDT foi o maior da série. O clube Marina ficou lotado. 14 deputados, 10 prefeitos, 42 vereadores e presidentes de partidos de 23 cidades. No seu discurso de abertura, o presidente do PDT, deputado André Figueiredo, voltou a atacar. “O Ceará precisa continuar crescendo, não pode ser entregue aos negacionistas, milicianos e sem experiência administrativa”.

O encontro foi aberto pela vice-governadora Izolda Cela sendo apresentada como futura governadora a partir de 2 de abril. “Quero agradecer a parceria e o aprendizado, Cid gomes”, declarou Izolda, que soltou a voz e disse que o PDT tem grandes nomes. Ela citou os pré-candidatos Evandro Leitão, Mauro Filho e Roberto Cláudio.

“Temos bandeiras, como a saúde, a educação, projeto de desenvolvimento”, declarou Izolda, pedindo votos para Ciro Gomes. “Quero que o Brasil saia dessa situação e o Ciro é o melhor”. O PDT seguirá com o plano de eleger o futuro governador e ter como alvo o bolsonarismo.

[ Mais notícias ]