Voltar ao topo

13 de julho de 2024

Neymar ainda será “melhor do mundo”?

Compartilhar:

Foto: Reprodução/Facebook

A eliminação do PSG frente ao Real Madrid na semana que termina neste sábado, 12, pode ter adiado mais uma vez o sonho de Neymar de ser eleito o melhor do jogador do Planeta. Desde que tomou a infeliz decisão de trocar a Catalunha por Paris, Neymar nunca mais foi o mesmo. O desempenho dele quando estava bem fisicamente foi, por vezes, brilhante, mas isso só aconteceu nos hiatos das inúmeras lesões que sofreu.

No futebol existe uma “mística” em torno do “peso” da camisa de uma equipe. Apesar dos “caminhões” de petrodólares injetados no clube, parece faltar ao PSG aquele asterisco para garantir lugar entre os gigantes europeu. Mas, neste ano, ainda existe esperança para que o craque brasileiro realize seu sonho.

Em novembro, haverá a Copa do Mundo no Catar, que também tem o poder de eleger o “melhor do mundo.” Romário, Canavarro, Ronaldo e, mais recentemente, Modric, conquistaram a honraria por conta dos seus respectivos desempenhos na Copa do Mundo.

A grande questão é saber como o atacante brasileiro vai chegar para a competição. Em 2018, na Rússia, Neymar chegou mal fisicamente, ainda se recuperando de contusão. Não conseguiu ter um bom desempenho até a eliminação para a Bélgica. Há ainda que se observar como a Canarinho vai estar até lá.

A média dos desempenhos da seleção brasileira até agora pouca esperança nos trazem do hexacampeonato. A verdade é que a alcunha de “menino Ney” já ficou para trás. Neymar já completou 30 anos. A essa altura Romário, Ronaldo, Rivaldo, Ronaldinho e Kaká já tinham ganhado o prêmio máximo do desempenho individual no futebol.

Todos também já eram campeões do mundo. Há notícias também de que o PSG quer vender o brasileiro. Aonde ele vai jogar até depois de junho? Ninguém sabe. Mas levando em conta tudo o que foi pontuado acima, arrisco dizer que a Copa do Mundo do Catar é a chance derradeira da consagração. É a hora do “canto do cisne”. É a linha que vai definir como lembraremos de Neymar: um craque da mais alta prateleira do futebol brasileiro e mundial ou um atleta que não conseguiu explorar seu desempenho ao máximo. Aguardemos.

[ Mais notícias ]