Voltar ao topo

17 de julho de 2024

Mulheres do PT cobram julgamento isento e justo do partido no caso Ronivaldo

Na nota, o grupo destaca que não "busca a impunidade", mas sim uma "apuração imparcial dos fatos nas instâncias devidas".
Foto: Divulgação/PT Ceará

Compartilhar:

Um grupo de 189 mulheres do Partido dos Trabalhadores (PT) no Ceará apresentou nesta terça-feira, 17, nota ao presidente local do partido contra a expulsão do vereador Ronivaldo Maia (PT) dos quadros da legenda. O parlamentar é alvo de processo disciplinar na sigla.

Na nota, o grupo destaca que não “busca a impunidade”, mas sim uma “apuração imparcial dos fatos nas instâncias devidas”. As mulheres destacam ainda repúdio contra “qualquer espécie de julgamento antecipado, de linchamento moral e de penalização desproporcional às responsabilidades que forem justamente apuradas”.

“Nossa manifestação se baseia não apenas no repúdio ao pré-julgamento do companheiro, mas, também, em sua história de vida e de luta em defesa de causas libertárias, sempre pautada no respeito à vida, às liberdades e à dignidade da pessoa humana”, diz a nota, apresentada ao presidente do PT Ceará, Antônio Filho, na tarde desta terça.

[ Mais notícias ]