Voltar ao topo

17 de julho de 2024

Move Ceará começa nesta terça na Assembleia Legislativa

Compartilhar:

Esta edição será o último encontro regional realizado pelo projeto da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará em parceria com a plataforma TrendsCE

David Mota
ESPECIAL PARA OPINIÃO CE
david.mota@opiniaoce.com.br

Foto: Natinho Rodrigues

Acontece entre estas terça-feira, 7, e quarta-feira, 8, o Move Ceará – o encerramento vai ocorrer na quinta-feira, 9. Serão abordadas as principais ações e demandas para o desenvolvimento econômico da Grande Fortaleza, que é composta por 19 municípios: Aquiraz, Caucaia, Cascavel, Chorozinho, Eusébio, Fortaleza, Guaiúba, Horizonte, Itaitinga, Maracanaú, Maranguape, Pacajus, Pacatuba, Paracuru, Paraipaba, Pindoretama, São Luís do Curu, São Gonçalo do Amarante e Trairi.

Esta edição será o último encontro regional realizado pelo projeto da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (ALCE) em parceria com a plataforma TrendsCE. O evento ocorrerá em três cidades da macrorregião, se iniciando na capital cearense. Amanhã, acontecerá em Aquiraz, e na quinta em Paracuru. O encontro de hoje acontecerá no auditório Murilo Aguiar, da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, a partir das 9 horas.

Estarão presentes representantes dos sete setores produtivos que são prioridades do projeto e que fazem parte dos estudos revisitados pelo Move Ceará. Os setores são agronegócio, economia do mar, turismo, saúde, energias renováveis, tecnologia da informação e logística. Também estará incluso a escuta do setor de economia de moda.

De acordo com Evandro Leitão, presidente da ALCE, o Move Ceará tem sido importante na escuta dos representantes dos setores produtivos de todas as macrorregiões cearenses. “Dentro desse cenário de retomada em que a pandemia perde força, essa é uma etapa fundamental para não apenas conhecermos as demandas, mas também dialogarmos estratégias junto aos atores da iniciativa privada e a geração de empregos.”

Fortaleza é A única cidade do Nordeste que estava entre os dez maiores Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2019, com 0,91% de participação, que representava R$ 67,4 bilhões do total do país, que era de R$ 7,3 trilhões, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo dados do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), estudos realizados em dezembro de 2021 mostraram que, dentre os dez municípios com maior participação no PIB do Ceará, sete são pertencentes à Região Metropolitana de Fortaleza (RMF): Fortaleza, Maracanaú, Caucaia, São Gonçalo do Amarante, Eusébio, Aquiraz e Horizonte. Segundo a secretária executiva do Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos, Luiza Martins, houve uma surpresa positiva ao saber da organização territorial das 14 macrorregiões do Ceará.

“O que mais me surpreendeu no processo de escuta das macrorregiões foi verificar que há uma organização territorial do setor produtivo no Ceará. Então, hoje, a gente pode conversar com esses setores de forma regionalizada.”

Ainda conforme a secretária, o próximo passo é tratar os dados levantados pela pesquisa. “Vamos fazer o tratamento das demandas recebidas de todas as macrorregiões. Verificando de quem são as competências para solução das demandas e encaminhá-las. Verificar também o que pode ser objeto de formação de programas para o plano plurianual, que deve ser votada ano que vem e é a nossa principal lei orçamentária.”

Nesta quarta, o evento será no mesmo horário, em Aquiraz, no auditório do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) Aquiraz. Na quinta, a edição começa às 10 horas, no auditório do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), em Paracuru.

[ Mais notícias ]