Voltar ao topo

24 de julho de 2024

Morre o dramaturgo Zé Celso Martínez, em São Paulo

Artista estava internado na UTI devido à queimaduras após incêndio em sua residência; nesta quarta, 5, o diretor desenvolveu quadro de insuficiência renal, e não respondeu ao tratamento
Foto: Reprodução/Teatro Oficina

Compartilhar:

O dramaturgo José Celso Martinez Corrêa, ou Zé Celso Martínez, morreu na manhã desta quinta-feira, 6, em São Paulo. O diretor estava internado na UTI do Hospital das Clínicas desde a manhã de terça, 4, quando sofreu queimaduras devido a um incêndio. Na quarta-feira, 5, o estado de saúde do artista já havia tido um agravamento, quando ele desenvolveu quadro de insuficiência renal e não respondeu ao tratamento. As informações são do O Globo.

O INCÊNDIO

Por volta das 7h30 da última terça, a residência de Zé Celso começou a pegar fogo, quando o diretor de 86 anos ainda estava dormindo. Segundo vizinhos, a suspeita é de que o fogo tenha se iniciado após um curto-circuito no aquecedor. O 36º DP da Polícia Civil está investigando as causas do incêndio.

Além dele, outras três pessoas estavam no apartamento no momento do ocorrido: Marcelo Drummond, seu marido; e os atores Victor Rosa e Ricardo Bittencourt. Os três não sofreram queimaduras, mas foram encaminhados ao hospital devido à inalação de fumaça.

ZÉ CELSO

Zé Celso se tornou um dos maiores da dramaturgia brasileira quando, nos anos 60, liderou o Teatro Oficina, em São Paulo. Três peças foram destaques no teatro, são elas: Pequenos Burgueses, O Rei da Vela e Na Selva das Cidades.

[ Mais notícias ]