Voltar ao topo

28 de fevereiro de 2024

Licença de Ronivaldo acaba, mas vereador não volta à Câmara nesta semana; entenda

CMFOR

Compartilhar:

No último sábado, 2, acabou a licença de 120 dias do vereador Ronivaldo Maia (PT), coberta por Dr. Vicente (PT). O titular da vaga, no entanto, não volta ao cargo nesta semana. Isso porque, comunicou em nota, nesta segunda, 4, está “de atestado médico por complicações decorrente de diabetes”. Questionada pela reportagem, a sua assessoria não soube informar quantos dias esse novo afastamento deve abarcar.

LEIA MAIS | CMFOR termina março com movimentação de siglas e caso Ronivaldo

O afastamento de quatro meses foi solicitado no início de dezembro, após vir à tona sua prisão por suposta tentativa de feminicídio. Apesar de acordo com o regimento interno da Câmara Municipal de Fortaleza (CMFOR), a licença de 120 dias por motivos pessoais não pode ser renovada.

O processo judicial está em curso no Estado, com audiência marcada para o início de maio. Já o processo administrativo encontra-se no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, e pode ganhar novos capítulos nesta semana. Isso porque o colegiado está às vésperas de receber relatório de Luciano Girão (PP), responsável pelo caso na Câmara, para analisar se aceita ou não o pedido de cassação do vereador.

Além disso, o parlamentar ainda pode ser expulso do PT. A executiva estadual do partido, por meio de um conselho de ética, estuda se o mantem apenas suspenso, como definiu no fim de novembro, ou se efetiva sua desfiliação.

Ingrid Campos

[ Mais notícias ]