Voltar ao topo

12 de julho de 2024

Izolda sai em defesa de Míriam Leitão após ataques de Eduardo Bolsonaro

O parlamentar debochou, neste domingo, 3, da tortura sofrida pela jornalista durante a Ditadura Militar brasileira.
Foto: Reprodução/Twitter

Compartilhar:

A governadora Izolda Cela (PDT) criticou, na noite desta segunda-feira, 4, agressões nas redes sociais sofridas pela jornalista Míriam Leitão feitas pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL), filho do presidente Jair Bolsonaro (PL). O parlamentar debochou, neste domingo, 3, da tortura sofrida pela jornalista durante a Ditadura Militar brasileira, entre os anos de 1964 e 1985. Pelas suas redes sociais oficiais, Izolda Cela se referiu ao ataque como “covarde” e que deve servir para fortalecer a luta contra o fascismo.

“O ataque covarde contra a jornalista @miriamleitao merece não só o nosso repúdio, mas deve servir para fortalecer ainda mais a luta contra o fascismo e os defensores da ditadura e da tortura. Nosso país não merece isso”, escreveu a governadora cearense.


Após o ataque, Míriam se recusou a falar o nome de Eduardo Bolsonaro, mas agradeceu, por meio de seu Twitter, mensagens de carinho que recebeu. “Fui envolvida por uma onda forte, boa e carinhosa desde domingo. Eu agradeço a todas as pessoas que se manifestaram aqui e por outros caminhos. As mensagens me fortalecem e me ajudam a ter esperança no Brasil e no futuro da democracia, que nos custou tão caro”, declarou a jornalista.

Izolda Cela

Nesta segunda-feira, a governadora Izolda Cela realizou sua primeira reunião com o secretariado. Em suas palavras iniciais, a chefe do Executivo reafirmou a continuidade da gestão do ex-governador Camilo Santana (PT), que deixou o cargo no sábado, 2, para tentar uma vaga no Senado. “Temos uma relação respeitosa e atenciosa, sempre tivemos. De mim, terão todo o empenho, dedicação e força de trabalho no sentido de ajudá-los para que possamos trabalhar bem”, disse a governadora aos titulares presentes.

Izolda é a primeira mulher a governar o Ceará. Recentemente, ela passou a utilizar mais as redes sociais e a se posicionar mais firmemente sobre questões de repercussão nos cenários nacional e estadual

[ Mais notícias ]