Voltar ao topo

18 de julho de 2024

Izolda Cela leva ânimo à Ibiapaba, diante do litígio com o Piauí

Compartilhar:

Foto: Reprodução

A governadora Izolda Cela em visita a Tianguá, maior município da Ibiapaba, falou sobre a defesa da região e solução definitiva do litígio provocado pelo Piauí, em ação no Supremo Tribunal Federal (STF), em que reivindica territórios cearenses. A governadora, que conhece bem a serra e tem fortes ligações, pela proximidade com Sobral, sua terra, chamou atenção para “história, pertencimento, famílias e vidas que estão estabelecidas”.

No seu pronunciamento ao povo da Ibiapaba, Izolda Cela relatou reunião no STF, com a ministra Carmen Lúcia, relatora do processo que, segundo a governadora, “está no início”. Na sua avaliação, “o bom diálogo vai resolver essa questão”. Previu. Izolda não revelou o que ouviu da ministra, mas pelo humor da governadora a conversa foi extremamente positiva para uma saída pacífica.

O Piauí, no final do século XVII fez uma proposta ao Império para trocar a serra da Ibiapaba e uma área nos Inhamuns, onde está a cidade de Crateús, pelo acesso ao mar. Escolheu o Delta do Parnaíba para fazer a troca. Uma das regiões mais bonitas do Brasil. O negócio foi feito de forma pacífica. A ação do governo piauiense na justiça, agora, reivindica a área cedida, sem devolução da que recebeu em território cearense.

O litígio do Piauí contra o Ceará preocupa. Esse processo tem forte emoção no território do Piauí e, no Ceará, demonstrou descaso, pois não se procurou arquivar o caso no nascedouro. O engajamento político e emocional dos piauienses é muito forte. A briga levará muito tempo para ser resolvida.

A Ibiapaba tem no agronegócio, no turismo e no setor de energia a sua base econômica. Possui, no seu território, a maior fábrica de acerola em pó do Planeta e grandes plantações de pimentão. Da serra, sai 70% do alface hidropônico consumido no Nordeste. Existe ainda o açúcar mascavo (orgânico), um polo de energia eólica está a caminho e, no turismo, por conta da natureza, operam os hotéis de alto padrão e o bondinho de Ubajara. A governadora criou um novo ânimo no povo da região.

Consignado a longo prazo

O governo estendeu o prazo para pagamento dos empréstimos consignados dos seus servidores de 96 para 120 parcelas. O requerimento para a ampliação nasceu de um projeto do vereador Cônsul do Povo (PSDB). “Os servidores públicos se tornaram reféns dessa modalidade de empréstimos. Agora, vão renegociar e pagar parcelas menores”, disse o vereador, que defende os policiais endividados.

Ex-ministro Carlos Marun visita o Ceará

O hoje advogado Carlos Marun está no Ceará, a serviço dos seus clientes do agronegócio do Mato Grosso do Sul. Ele ficou conhecido por liderar a tropa de choque para cassar a presidente Dilma Roussef, pelo crime de improbidade administrativa. Foi ministro Chefe de Gabinete do presidente Temer. Continua valentão contra o PT. É filiado ao MDB, onde foi vereador, deputado estadual e federal.

[ Mais notícias ]