Voltar ao topo

17 de julho de 2024

Guedes diz ‘estar sem luz’ sobre troca de comando na Petrobras

Foto: Agência Brasil

Compartilhar:

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta segunda-feira (4) “estar sem luz” sobre a crise gerada com a troca de comando da Petrobras. Responsável pelas nomeações da área econômica no início do governo, ele já havia afirmado não ter participado da escolha de Adriano Pires para presidir a companhia.

A declaração de Guedes foi dada após almoço promovido pelo grupo Voto em um hotel na zona sul do Rio de Janeiro. Ao entrar no carro, a imprensa pediu que ele “desse uma luz” sobre o que está acontecendo na estatal: “Estou sem luz”, afirmou.

As ações da Petrobras iniciaram o dia em queda com notícias de que o nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) para presidir a companhia teria desistido de ocupar o cargo. A informação ainda não foi confirmada pelo governo.
Os rumores ocorrem pouco mais de 24 horas depois que o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, desistiu de presidir o conselho de administração da companhia, alegando que precisa se dedicar ao comando do clube.

Os dois nomes seriam apreciados em assembleia de acionistas agendada para o próximo dia 13. Foram escolhidos por Bolsonaro e pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, com apoio de parlamentares do Centrão.
Chamado por Bolsonaro de “posto Ipiranga” durante a campanha, Guedes teve autonomia para escolher presidentes de estatais no início do governo –foi dele a indicação do primeiro presidente da Petrobras sob Bolsonaro, Roberto Castello Branco.

Folha Press

[ Mais notícias ]