Voltar ao topo

17 de julho de 2024

Ceará assina acordo com a Amazon para ampliar alcance das empresas locais

A ideia com essa parceria, conforme governador Elmano de Freitas (PT), é potencializar as vendas online e as exportações pelas empresas cearenses por meio do site da Amazon
Foto: Reprodução/Governo do Ceará/Carlos Gibaja

Compartilhar:

O Governo do Ceará assinou, nesta quinta-feira, 1º, no Centro de Distribuição da Amazon no Estado, um acordo de colaboração com a multinacional norte-americana para contribuir com o desenvolvimento e crescimento das empresas cearenses, além de promover e acelerar sua competitividade no território nacional e internacional, por meio do apoio a divulgação, capacitação e comercialização dos produtos cearenses dentro do site da Amazon.

Durante a assinatura do acordo, o governador Elmano de Freitas (PT) ressaltou que esta iniciativa busca potencializar as vendas online e as exportações pelas empresas cearenses e, assim, aumentar seus canais de comercialização, disponibilizando-lhes ferramentas para que seus produtos cheguem também ao mercado internacional por meio da Amazon, fortalecendo assim os micro, pequenos e médios empresários cearenses.

“Temos a preocupação de atrair grandes empresas para o nosso estado com o objetivo de garantir mais empregos e oportunidades para a nossa população. A parceria com a Amazon impulsiona as vendas online e fortalece as exportações, possibilitando a venda dos produtos cearenses no mercado internacional”, afirmou o chefe do Executivo estadual.

Conforme o Governo do Estado, por meio da colaboração a Amazon apresentará suas ferramentas para capacitar e habilitar negócios cearenses, incluindo pequenas e médias empresas (PMEs) a vender seus produtos dentro do site da multinacional, além do próprio Executivo estadual promover a participação das empresas em seminários sobre como vender online, fazendo a divulgação dos eventos.

No Ceará, as unidades responsáveis pela operação da região e distribuição de produtos em todo o Brasil, ficam localizadas em Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), empregando 320 funcionários diretos e indiretos, com potencial de dobrar em períodos de pico como Black Friday e Prime Day. No Brasil, são 11 centros de distribuição, 14 estações de entrega e escritório corporativo, gerando com isso aproximadamente 9.000 empregos diretos e indiretos.

Participaram também da assinatura, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Salmito Filho; e a diretora de Políticas Públicas da Amazon Brasil, Maria Claudia Souza.

EMPREENDEDORISMO

Em anúncio recente, a Amazon informou que conta com mais de 50 mil vendedores parceiros com ofertas ativas em seu marketplace, cujas 99% delas são PMEs. Somando cerca de 9,6 milhões de produtos listados no site. Conforme o Governo do Estado, isso reforça o impacto positivo das operações da empresa no empreendedorismo brasileiro, bem como nas MPEs que vendem por meio dela.

Segundo o diretor de Marketplace da Amazon Brasil, Ricardo Garrido destacou que a empresa estava bem entusiasmada em trabalhar com o Governo do Ceará “para beneficiar os empreendedores locais, ajudar a impulsionar seu crescimento no Brasil e ajudá-los a expandir para outros países por meio do comércio eletrônico”.

Ricardo frisou também que “77% das vendas de terceiros na Amazon Brasil são destinadas a clientes de estados diferentes de onde o vendedor está localizado e cerca de 8% dessas MPEs exportam para os Estados Unidos e outros países, um crescimento de aproximadamente quatro vezes entre 2018 e 2022”.

Dentre as iniciativas da Amazon para pequenos e médios negócios no Brasil, destaca-se o FBA – Logística da Amazon, um serviço que consiste no armazenamento de produtos de vendedores parceiros nos próprios Centros de Distribuição da Amazon. Além disso, ela realiza o empacotamento e a entrega via transportadoras parceiras, e executa todo o suporte pós-venda desses produtos, que se tornam elegíveis ao programa Prime. Ao assumir a logística, a Amazon permite que esses empreendedores foquem nas suas áreas-chave de negócios.

[ Mais notícias ]