Voltar ao topo

16 de julho de 2024

Governo alemão enviará 1.000 lançadores de foguetes e 500 mísseis para a Ucrânia

Soldados Ucranianos no leste do país. Foto: Divulgação/Reuters

Compartilhar:

O governo alemão anunciou neste sábado (26) que entregará 1.000 lançadores de foguetes antitanque e 500 mísseis terra-ar para a Ucrânia em um pacote de ajuda contra a invasão russa. Segundo o comunicado, a entrega será feita “o mais rápido possível”.

“A invasão russa marca um ponto de virada. É nosso dever fazer o nosso melhor para apoiar a Ucrânia na sua autodefesa contra o Exército invasor de Putin”, escreveu o premiê alemão, Olaf Scholz, no Twitter.O anúncio ocorreu no mesmo dia em que a Alemanha mudou de posicionamento sobre restringir o acesso da Rússia ao sistema global de pagamentos Swift e passou a apoiar sanções ainda mais rígidas. O país já congelou o processo de licenciamento do gasoduto Nord Stream 2 e apoiou punições aprovadas no âmbito da União Europeia.

A decisão marca uma mudança em uma política em vigor há algumas décadas em Berlim de não exportar armamentos, mesmo defensivos, para regiões de conflito. Se concretizada, a restrição ao Swift deve dificultar empresas russas de fazerem negócios, já que o sistema facilita a comunicação e os pagamentos no comércio internacional. O corte também é apoiado por países como Itália, Grécia e Hungria. Segundo o chefe de política externa da União Europeia, Josep Borrell, uma decisão sobre o Swift pode acontecer nos “próximos dias”.

Folha Press

[ Mais notícias ]