Voltar ao topo

24 de julho de 2024

Gasto médio de compras para Dia das Mães é de R$ 331 na Capital

Compartilhar:

Estudo aponta também que a segunda melhor data do ano para o comércio deve movimentar R$ 346 milhões em Fortaleza e que 59,6% dos consumidores irão comprar presentes este ano

Priscila Baima
priscila.baima@opiniaoce.com.br

A reportagem conversou com lojistas e clientes do shopping RioMar Fortaleza (Foto: Natinho Rodrigues)

O gasto médio previsto para compras do Dia das Mães em Fortaleza é de R$ 331, prevê pesquisa sobre potencial de consumo realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Ceará (Fecomércio-CE) e realizada pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Ceará (IPDC).

O estudo aponta também que a segunda melhor data do ano para o comércio deve movimentar R$ 346 milhões em Fortaleza e que 59,6% dos consumidores irão comprar presentes este ano.

A pesquisa mostra que os shopping centers e os centros comerciais são os locais de compra mais citados, acumulando 64,7% das intensões de compra dos moradores da Capital. Na sequência, o comércio de rua representa o segundo local mais procurado na busca por presentes para o período, com 20,5% das intensões de compra.

As vendas informais irão representar cerca de 13,6% das compras de presentes para a data em Fortaleza neste ano, conforme estima a pesquisa da Fecomércio do Ceará. Nesse cenário, o estudo destaca a evolução das vendas online que este ano devem representar 9,5% de todas as vendas do Dia das Mães em Fortaleza.

A pesquisa mostra ainda a preferência do consumidor pelos bens de consumo semiduráveis, com destaque para os itens de uso pessoal, como perfumaria, cosméticos, vestuário e calçados, onde se concentra 80,9% da intenção de compra.

Na liderança da intenção de consumo, os itens de perfumaria e cosméticos foram citados por 37,5% dos entrevistados, com preponderância do consumidor feminino (44,5% de intenção de consumo), do grupo com até 20 anos de idade (42,4%) e do estrato com renda familiar de até três salários-mínimos mensais (38,9%).

De acordo com o gerente de vendas da loja Zenir Móveis e Eletros, do Rio Mar Fortaleza, Francisco Padilha, a expectativa de vendas até domingo (8) são muito boas “apesar de todo esse cenário financeiro com o constante aumento dos produtos. De modo geral, é o período mais esperado depois do Natal. É um período que tem uma grande movimentação.” Em relação ao que mais vende nesse período, Padilha elenca: “a lavadora está em primeiro lugar, seguido de fogões e refrigeradores. A Smart TVs é um produto que tem saído muito também.”

Em relação ao ano passado, a Zenir espera um crescimento de vendas na semana que antecede o Dia das Mães cerca de 15% maior que o de 2021, segundo o gerente da loja. Na loja de calçados Comfort, a expectativa é bem mais alta. A gerente do local, Aline Graziele, estima que a loja deva ter um aumento de 100% nas vendas no período.

“A expectativa para esse ano é de aumentar 100% das vendas no Dia das Mães em relação ao ano passado. Desde o final de abril, as vendas já vêm nos mostrando que nossas expectativas vão ser atendidas”, disse animada.
A Comfort possui um acompanhamento mensal e, na comparação com 2021, “nós vendemos em dois dias o que vendemos em uma semana no mesmo período do ano passado”, revela Aline.

Segundo a gerente, em 2021, mesmo sendo o começo da retomada da pandemia e com uma carga horária totalmente reduzida, “a Comfort conseguiu vender R$ 300 mil na semana que antecede o Dia das Mães. Para esse ano, nossa meta é vender R$ 450 mil no período.”

Passando por corredores movimentados, principalmente onde tem lojas de calçados, eletrodomésticos e perfumaria, a pedagoga Adriana Barrocas conseguiu encontrar o presente para a sogra e mãe. Adriana optou por dar duas lembrancinhas para as duas.

“Eu quis me adiantar e estou muito feliz em poder comprar presentes pensando, primeiro, na necessidade pessoal de cada uma delas. O meu foco é utilidade, necessidade e, principalmente o carinho que sinto por essas mães da minha vida”, comenta. Ela escolheu presentear a sogra e a mãe com um perfume e uma bolsa, respectivamente.

Também focada em presentear a mãe com algo que ela vá usar no seu dia a dia, a estudante Maria Eduarda, optou por gastar até R$ 150. “Tenho achado alguns produtos caros, minha meta é até R$ 150. Por ser uma data especial para ela e não para a nossa casa, não vou dar nada relacionado a eletrodoméstico, mas sim algo que ela possa usar no dia a dia”.

[ Mais notícias ]