Voltar ao topo

24 de julho de 2024

Fortaleza terá seu primeiro Atlas de Capital Humano

Compartilhar:

Ação, que será lançada na quarta, objetiva possibilitar realização de estudos e pesquisas sobre a cidade de Fortaleza, baseado em valores como política de dados abertos e compartilhamento de tecnologia

Rodrigo Rodrigues
rodrigo.rodrigues@opiniaoce.com.br

Edifício São Pedro, na Praia de Iracema (Foto: Natinho Rodrigues)

A cidade de Fortaleza ganha, nesta semana, seu primeiro Atlas do Capital Humano com indicadores sobre profissionais que atuam no Município.

O objetivo do Atlas é gerar informações, em formato de relatório anual, painel dinâmico e interativo, sobre educação básica, educação profissional de nível médio e superior e a formação profissional de curta duração dos moradores.

O intuito é compreender como o investimento no capital humano, ou seja, de atributos pessoais no processo produtivo, está relacionado ao desenvolvimento econômico da cidade. O Atlas será lançado nesta quarta-feira, 23, na Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), e é realizado pela Prefeitura de Fortaleza por meio do Instituto de Planejamento (Iplanfor). O prefeito José Sarto (PDT) deve acompanhar a cerimônia.

O produto faz parte de uma das metas da gestão municipal para organizar e promover plataformas analíticas de dados. Este será o primeiro material desse tipo publicado, antecedendo o Atlas da Economia, com lançamento previsto para o segundo semestre deste ano.

A obra traz um recorte para Fortaleza baseado em dados de cursos de curta duração, representando menos de 800 horas, fornecidos ao Iplanfor, como nos casos do censo escolar e da educação superior (para cursos com mais de 800 horas). Conforme a Prefeitura, a iniciativa permitirá a gestores da educação pública e particular, entidades do terceiro setor, poder público, além do público em geral, o acesso a informações atuais e séries históricas. Todos os relatórios estarão disponíveis na internet, fomentando a transparência das políticas públicas.

LEGADO PARA A CIDADE
A ideia da iniciativa é possibilitar a realização de estudos e pesquisas sobre a cidade de Fortaleza, baseado em valores como política de dados abertos, compartilhamento de tecnologia, uso de softwares livres e o aperfeiçoamento de servidores municipais no uso das técnicas e ferramentas para análises estatísticas. Com isso, a gestão espera estabelecer uma base sólida para o desenvolvimento sustentável da Capital.

Além das estatísticas, o Atlas do Capital Humano vai fomentar uma discussão para reorientar currículos, formações e didáticas que poderão se voltar mais especificamente para a resolução de problemas. Apresentarão o Atlas a diretora do Observatório de Fortaleza, professora Elisângela Teixeira, e o superintendente do Iplanfor e vice-prefeito da Capital, Élcio Batista.

Também é aguardado o presidente da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico (Funcap), Tarcísio Pequeno. Além disso, os participantes acompanharão uma palestra da presidente da Fundação Tide Setubal, Neca Setubal. A organização não governamental atua nas periferias urbanas brasileiras fomentando iniciativas de promoção da justiça social e do desenvolvimento sustentável. No encerramento do evento, haverá a assinatura dos Acordos de Cooperação Técnico-Científica entre as instituições de ensino e fomento
e o Iplanfor.

[ Mais notícias ]