Voltar ao topo

21 de julho de 2024

Fortaleza tem cerca de 160 crianças e adolescentes aptas ao acolhimento temporário; entenda

Executado pela SDHDS, o projeto tem como base famílias interessadas em acolher crianças que tenham sido afastadas da família de origem de maneira temporária
Foto: Reprodução/PMF

Compartilhar:

Desde 2018, o serviço Famílias Acolhedoras, da Prefeitura de Fortaleza, tem o objetivo de garantir a convivência em ambiente familiar de crianças afastadas da família de origem temporariamente. Atualmente, 163 crianças e adolescentes estão aptos a se beneficiar com o programa. Desde a criação, 49 meninos e meninas já foram atendidos.

Executado pela Secretaria dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), o projeto tem como base famílias interessadas em acolher crianças que tenham sido afastadas da família de origem de maneira temporária. As famílias podem se cadastrar e passar por capacitação para receber os pequenos enquanto os processos judiciais que definirão se o acolhido retorna à família de origem ou segue para o processo de adoção não é finalizado.

A coordenadora do SDHDS, Juliana Leoniza defende que “o convívio em ambiente familiar é fundamental para ajudar os acolhidos nas mais diversas áreas da vida”. Para garantir o êxito do serviço, todo o processo de acolhida é acompanhado pela equipe técnica do Família Acolhedora, composta por assistente social, psicóloga e pedagoga.

As famílias cadastradas no serviço Família Acolhedora recebem subsídio financeiro por criança ou adolescente em acolhimento. Além disso, o imóvel utilizado pela família se torna isento de pagamento do IPTU. Após o cadastro e seleção, a família acolhedora recebe capacitações e participa de reuniões para entender o processo e oferecer o melhor amparo aos acolhidos.

REQUISITOS

  • Não ter intenção de adoção;
  • Ter a concordância de todos os membros da família para o acolhimento;
  • Residir em Fortaleza há pelo menos um ano;
  • Não estar respondendo a processo judicial;
  • Ter idade igual ou superior a 21 anos;
  • Sem restrição quanto ao sexo e estado civil;
  • Ter disponibilidade de tempo para participar da capacitação, formação continuada e acompanhamento técnico familiar com equipe multiprofissional.

CADASTRO

As famílias interessadas em participar do programa podem fazer o cadastro pelos telefones 98902.8374 ou 3105.3449; e pelo e-mail familia.acolhedora@fortaleza.ce.gov.br.

[ Mais notícias ]