Voltar ao topo

24 de julho de 2024

Fortaleza é a capital pesquisada onde Lula conta com a maior taxa de aprovação

A pesquisa Ipec aponta também que53% dos entrevistados dizem aprovar a maneira como o presidente Lula (PT) está governando o Brasil
Foto: Reprodução/José Cruz/Agência Brasil

Compartilhar:

Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Paraná Pesquisa acerca da administração do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) entre as dez maiores capitais do país, a maior taxa de aprovação do petista foi registrada em Fortaleza, com 68,9%. A pior avaliação entre as capitais foi registrada em Curitiba, onde 53,2% dos entrevistados a desaprovam a terceira gestão de Lula. A margem de erro varia de 2,9 a 3,7 pontos percentuais e realizada entre os dias 2 de março e 5 de junho deste ano.

As avaliações em Fortaleza foram coletadas entre 20 e 23 de abril.

Lula também foi bem avaliado em Salvador (67,4%) e Recife (62,6%). Foi na região Nordeste que o ex-presidente obteve seu melhor desempenho na disputa com Jair Bolsonaro em 2022. As piores avaliação estão nos estados do Sul. O petista também enfrenta índices de aprovação inferior a 50% em Manaus (44,6% de aprovação e 49,6% de desaprovação), Porto Alegre (47,4%) e Rio de Janeiro (49,2%).

IPEC

Nesta sexta-feira, 9, o Ipec divulgou uma nova pesquisa acerca da avaliação do governo Lula. O levantamento apontou que 37% dos brasileiros avaliam a terceira gestão do petista como ótimo ou bom. Conforme os dados, os que classificam como regular são 37%, já os que avaliam como ruim ou péssimo somam 28%. Os que não sabem ou não responderam são 3%. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

A nova pesquisa trouxa ainda entre os questionamentos se os entrevistados aprovavam ou desaprovavam a maneira como o presidente Lula está governando o Brasil. Dos pesquisados, 53% dizem aprovar, enquanto 40% desaprovam sua governança. Os que não souberam ou não quiseram responder somou 7%.

ÚLTIMA PESQUISA

No último dia 11 de abril, o Ipec divulgou que a avaliação positiva de Lula havia oscilado dois pontos percentuais para baixo, saindo de 39% para 37%. De acordo com esta pesquisa, a reprovação também apresentou oscilação, só que para cima, de dois pontos. Ela aumentou de 26% para 28%. No primeiro levantamento, divulgado em 19 de março deste ano, Lula foi avaliado positivamente por 41% dos entrevistados. Sua reprovação era de 24% e outros 30% avaliaram como regular na época.

[ Mais notícias ]