Voltar ao topo

13 de julho de 2024

Faculdade de Medicina da Urca será entregue nesta terça

Compartilhar:

Cerimônia está prevista para logo mais, às 18 horas. Tema vinha sendo debatido há anos no Ceará. Consolidação do curso impulsiona educação estadual fora de Fortaleza, capital do Estado

David Mota
Especial para OPINIÃO CE
david.mota@opiniaoce.com.br

Será a primeira Faculdade de Medicina de uma universidade estadual do Cariri (Divulgação)

A cidade do Crato, localizada na região do Cariri, receberá nesta terça-feira, 15, sua Faculdade de Medicina, que estará integrada ao Centro de Ciências Biológicas e da Saúde – Unidade Madre Feitosa, da Universidade Regional do Cariri (Urca). Às 18 horas, será realizada uma cerimônia que marcará oficialmente a abertura do calendário letivo do curso.

O evento será no próprio Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, que leva o nome de uma das grandes educadoras do Município e da Região, além de Doutora Honoris Causa pela Urca, Madre Feitosa. A criação de um curso de Medicina na cidade do Crato já vinha sendo discutida há anos e sempre foi objeto de desejo dos cratenses.

Gestores e vereadores debateram o assunto há décadas em suas casas legislativas. No ano de 2013, foi criada a Universidade Federal do Cariri (UFCA), que aumentou a esperança dos moradores. No entanto, o Ministério da Educação, em 5 de abril de 2018, lançou a portaria 328, que suspendeu a política de expansão desta graduação na rede federal.

Desde então, o debate sobre a criação do curso voltou à tona, por meio da Urca, que via seu reitor realizou reuniões com os governos municipal e estadual. Após análises, decidiu-se que as condições eram favoráveis para o recebimento do curso e que a expectativa seria de inauguração até o final do ano de 2021. No meio do ano passado, mais precisamente no mês de julho, foi aprovado pelo Conselho Estadual de Educação, o Curso de Medicina da Universidade Regional do Cariri (MedURCA).

Alguns meses antes, a proposta já tinha sido aprovada pelo Conselho Superior Universitário (Consuni) da Urca e pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe), ambos por unanimidade. Ainda dentro da previsão de início do ano letivo no começo do ano de 2022, com os vestibulares de seleção sendo realizados ainda no fim do ano anterior.

Porém, com alguns meses de atraso, o sonho dos moradores do Crato pôde ser realizado, e o novo curso de Medicina será iniciado na universidade. O reitor da Urca, Francisco do Ó de Lima Júnior, comemorou a conquista. “Nesse momento comemoramos essa grande realização no Crato e região”, destacou.

O reitor também valorizou o amadurecimento institucional da Urca para poder contar com projetos maiores e o trabalho em equipe realizado com outras instituições visando as formações e o trabalho da comunidade acadêmica. “Os cursos já nascem dentro de uma centralidade do perfil da própria universidade, que é de promoção das necessidades comunitárias, a saúde, a formação e a capacitação do pessoal. A Urca reforça sua capacidade de responder às grandes demandas da sociedade, chanceladas por ela, e dialogar com as políticas públicas.”

[ Mais notícias ]