Voltar ao topo

16 de julho de 2024

Deputada diz ter sido vítima de ‘assédio moral’ em evento do Ceará sem Fome em Caucaia

Em nota, o prefeito Vitor Valim destacou que "toda e qualquer falha em minha equipe será prontamente corrigida"
Foto: Divulgação/Alece

Compartilhar:

Com a aproximação da disputa eleitoral, em 2024, os discursos começam a ficar mais acirrados e desencadeiam nos municípios mais disputados. Na última sexta-feira, 23, Caucaia, um dos maiores colégios eleitorais do Estado foi um desses palcos. A deputada estadual Emilia Pessoa (PSDB), que disputou ao cargo no Executivo municipal em 2020, acusou a gestão do prefeito Vitor Valim (sem partido) de ‘assédio moral e abusivo’.

Segundo relato da parlamentar, pelas redes sociais, Emilia foi impedida de discursar em evento institucional de entrega de cartões do Ceará sem Fome, programa do governo estadual. “De fato, realmente sofri hoje assédio moral e abusivo na tentativa de impedir a nossa fala em um evento institucional, na minha própria cidade. O evento organizado pela Prefeitura de Caucaia, viabilizava a entrega dos cartões do governo ‘Ceará sem Fome’, no qual eu fui uma das deputadas que votou ‘sim’ para aprovação imediata desse benefício“, relatou.

Também em nota, o prefeito Vitor Valim destacou que “toda e qualquer falha em minha equipe será prontamente corrigida”, ressaltando seu “respeito à deputada e a todas as autoridades presentes” no evento.

EMILIA NEGA AGRESSÃO FÍSICA

Conforme relato da parlamentar, que foi terceira colocada nas eleições de 2020 em disputa à Prefeitura de Caucaia, tendo apoiado o próprio Valim no segundo turno contra o ex-prefeito Naumi Amorim (PSD), não houve “agressão física, como circula alguns boatos”. “Esse sério constrangimento, nós já estamos tentando superar… e a alegria de ter tomado a decisão de que iria falar, com ou sem microfone, foi importante demais para consolidar ainda mais o nosso amor pelo povo simples que ali estavam, e que esperavam o nosso pronunciamento sobre essa séria política pública”, narrou a deputada.

“Quero agradecer pela solidariedade e posicionamento da 1ª dama do Estado Lia Freitas, e agradecer ao meu querido presidente da Assembleia Evandro Leitão, na qual também de imediato repudiou esse tipo de violência política! Obrigada pelas manifestações de apoio e carinho, e ainda pelo importante alerta contra a qualquer tipo de ‘lobo com pele de cordeiro'”, finaliza.

Em nota de esclarecimento, Valim afirmou que, durante toda a sua trajetória, priorizou a verdade, igualdade e justiça e tentou botar panos frios à situação. “Portanto, venho a público reforçar o que já havia feito durante o evento de hoje [23], enquanto for prefeito, a deputada Emilia Pessoa será sempre bem-vinda em todo e qualquer evento da Prefeitura de Caucaia. Aliás, presença essa que fiz questão de mencionar e cumprimentar, cordialmente, durante a minha fala. Dito isso, toda e qualquer falha em minha equipe será prontamente corrigida“, aponta.

Foto: Divulgação/Prefeitura de Caucaia

CEARÁ SEM FOME EM CAUCAIA

Um total de 1.446 famílias em Caucaia foram contempladas com o cartão que assegura o valor de R$ 300 mensais para a compra de alimentos. Também participaram da cerimônia de entrega a primeira-dama do Estado, Lia de Freitas; a secretária da Proteção Social, Onélia Santana; além de autoridades políticas municipais. Na oportunidade, foram beneficiadas famílias das regiões dos Centro de Referência de Assistência Social (Cras) SEDE, Sertão, litoral e Centro de Caucaia.

“A gente está aqui para tirar o Ceará do mapa da fome. Esse programa foi pensado para ajudar as famílias mais carentes. A gente agradece a parceria com as prefeituras e Secretarias de Assistência Social que nos ajudam a consolidar esse benefício. Esse cartão vai ajudar a girar a economia do município e, inclusive, vai ajudar a economia familiar também, pois temos mais de 1.800 comércios cadastrados para que as famílias possam fazer suas compras e facilitar a vida de todo mundo“, frisou a primeira dama, Lia de Freitas, na oportunidade.

[ Mais notícias ]