Voltar ao topo

23 de julho de 2024

Conselho de Ética decide, na terça, 12, se segue com processo contra Ronivaldo Maia

Erika Fonseca/CMFOR

Compartilhar:

Está marcada para terça-feira, 12, a apresentação e votação do parecer de Luciano Girão (PP), relator do processo contra Ronivaldo Maia (PT), no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Municipal de Fortaleza (CMFOR). É nessa data que o colegiado decide se segue ou não com a análise da cassação do vereador, acusado de tentativa de feminicídio em âmbito judicial.

Girão teve o prazo de 10 dias para elaborar um relatório sobre o caso. Isso porque, no fim do mês passado, a comissão foi convocada e o relator escolhido, após aval do departamento jurídico da Câmara e a Mesa Diretora darem aval para prosseguimento.

O encaminhamento ocorre após fim da licença de 120 dias de Ronivaldo, afastamento que solicitou na semana em que sua prisão por suposta tentativa de feminicídio veio à tona. O vereador, contudo, não retornou às suas atividades no legislativo, pois apresentou um atestado médico justificando um tratamento de complicações da diabetes.

À época que o caso tomou repercussão, o PT também suspendeu sua filiação. Agora, a legenda analisa, em um conselho de ética instalado na executiva estadual, se deve acabar efetivamente com seu vínculo ou não.

[ Mais notícias ]