Voltar ao topo

24 de julho de 2024

Com investimento de R$ 70 milhões, Senador Pompeu gerou cerca de 2.000 empregos nos últimos anos

A verba, oriunda da iniciativa privada, é destinada principalmente para a logística da indústria de calçados
Foto: Divulgação

Compartilhar:

Com investimento de cerca de R$ 70 milhões, o município de Senador Pompeu, localizado a 227.31 km de distância de Fortaleza, gerou cerca de 2.000 empregos nos últimos anos. A verba, oriunda da iniciativa privada, é destinada principalmente para a logística da indústria de calçados, que envolve também a reciclagem dos resíduos deixados por essas fábricas e a captação de empresas satélites que buscam reforçar a economia da região. Além do investimento na área de calçados, o município também conta uma empresa distribuidora de medicamentos.

De acordo com o prefeito do município, Antônio Maurício Jucá, o principal atrativo para a instalação dessas empresas, além dos incentivos oriundos dos Governos Estadual e Federal, é a mão de obra, que é farta, barata e qualificada, e a localização estratégica de Senador Pompeu, que está situada no sertão central, onde há um entroncamento rodoviário de diversas vias, tanto estaduais, quanto nacionais, o que atrai a atenção principalmente de empresas voltadas para a logística de produtos.

“Com valor x lá no Rio Grande do Sul, uma empresa produz 5.000 pares de calçados. Com esse mesmo x aqui no Ceará, nós produzimos 12 mil pares de calçados. Então nossa mão de obra, além de qualificada, é barata. Então, temos aqui tudo o que um industrial precisa”, afirmou.

Com relação à posição estratégica do município, Maurício citou que há também uma maior proximidade com o Porto do Pecém, o que facilita a exportação dos calçados para a Europa. Em Senador Pompeu, estão localizadas a SUGGAR calçados, empresa que fabrica os produtos, a Troca, que é uma empresa de logística de calçados e uma fábrica de palmilhas. Além disso, será implantada também uma indústria de reciclagem para os resíduos deixados pela fabricação dos calçados.

Com o investimento de R$ 70 milhões, a cidade conseguiu gerar cerca de 2.000 empregos desde 2017, quando foi iniciada a atual gestão municipal. A cidade, que tem cerca de 25.400 habitantes, tem cerca de 12% de sua população engajada na indústria de calçados.

RELAÇÃO COM O RIO GRANDE DO SUL

Segundo o prefeito, o Rio Grande do Sul é, hoje, o maior polo de desenvolvimento de calçados do Brasil, com toda matéria-prima, design e logística das grandes empresas do ramo sendo oriundos de lá. O Ceará, em complemento, é o maior produtor de calçados atualmente. No atual formato, o caminho entre o Rio Grande do Sul e o Ceará para que a matéria-prima chegue em território cearense é de cerca de 12 dias. Com a Troca, empresa localizada em Senador Pompeu, a viagem cairá para sete dias, o que estreita a relação entre a linha de produção e o local que fornece os materiais, o que diminui os custos para a fabricação.

De acordo com Maurício, o objetivo é tornar o Ceará também um desenvolvedor. “Nós estamos criando uma linha de desenvolvimento, aqui em Senador Pompeu, dos calçados da Sugar Shoes, o que torna a cidade um centro muito avançado da indústria desse setor no Ceará”, afirmou.

OUTROS INVESTIMENTOS

Além da indústria de calçados, a atual verba de investimentos de Senador Pompeu também é destinada para outras áreas. A empresa Máxxi Distribuidora, que é uma distribuidora de remédios, também se instalou na cidade por conta da localização geográfica favorável. O comércio também está ganhando força na cidade. Maurício destacou que as Lojas Americanas as Casas Freitas estão estudando o espaço para abrirem filiais na região.

[ Mais notícias ]