Voltar ao topo

23 de julho de 2024

Ciro e Tasso mostram mesmos ideais que os uniram no passado, durante live histórica

O ex-ministro e pré-candidato a presidente da República, Ciro Gomes (PDT), promoveu uma live, que teve como convidado o senador Tasso Jereissati (PSDB), três vezes governador do Ceará.
Foto: Divulgação

Compartilhar:

O ex-ministro foi impulsionado na vida pública por Tasso, que sempre admirou a sua inteligência e preparo como gestor. Tasso conhece-o como poucos e, certamente, os dois são responsáveis pela modernização do Estado do Ceará, algo reconhecido em todo o Brasil.

Ciro Gomes e Tasso Jereissati se distanciaram e estiveram em lados opostos por vários momentos. Até pararam de se falar, mas jamais trocaram farpas. Sempre, foi mantido o respeito, principalmente por parte de Ciro Gomes que além de exibir gratidão, o considera Tasso o grande governador do Ceará. A conversa entre ambos refletiu bem o simbolismo de admiração e respeito entre os dois. No diálogo, comprovou-se que existe muita coisa em comum, principalmente em relação ao papel econômico e social do Estado. Ambos, também, concordaram no quesito governo Bolsonaro (PL), que consideram uma tragédia, não só no campo político, mas, principalmente, na falta de gestão.

Ciro e Tasso, em certo momento da live, reviveram momentos em que falaram sobre o Ceará, quando o Estado foi reconhecido nacionalmente e até premiado por órgãos internacionais, como a ONU,  por conta dos resultados de políticas públicas no combate à mortalidade infantil e na criação dos agentes de saúde. A nostalgia foi profunda. Os dois eram muito ligados. A live parece tê-los trazido para dentro de casa, como bons companheiros.

Não se sabe como Tasso vai conduzir o PSDB nas eleições no Ceará. A sinalização é que siga apoiando o candidato lançado pelo PDT. No campo nacional, certamente não seguirá com Doria (PSDB), pois sinalizou boas intenções à senadora e pré-candidata do MDB, Simone Tebet. Creio que Tasso deve votar em Ciro Gomes, após a conversa testemunhada por milhares de internautas. O resultado da live, além de fato histórico, foi altamente importante para o projeto econômico e social em andamento no Ceará.

 

A partilha

O comando do novo partido político brasileiro, o União Brasil, aguarda legalização da sigla no TSE, para definir com quem fica nos estados. Joia da coroa, por ser um partido bilionário e com grande tempo de rádio e TV, o União Brasil está sendo disputado por grupos políticos em todo o País.

 

Carlos Matos vai para a disputa

O empresário e ex-deputado, Carlos Matos (PSDB) vai para a disputa em outubro. Pretende conquistar mandato de deputado federal. Está montando equipes de trabalho em várias áreas. Matos foi secretário de Estado, deputado estadual e federal. É ligado ao agronegócio e à Igreja Católica.

 

Arnon Bezerra se filia ao PDT

O ex-deputado federal e ex-prefeito de Juazeiro do Norte, José Arnon Bezerra, se filiou ao PDT. Não decidiu, ainda, se pretende entrar na disputa em outubro. “Não tinha como permanecer no PTB, com o atual humor de Roberto Jeferson.” O PTB, no Ceará, está no vazio político.

 

Barroso deixa TSE e frases para Bolsonaro

“O Brasil está sendo isolado pelo Mundo”, disse o ministro Luís Barroso, ao se despedir do comando do TSE. No final do discurso, afirmou que “venceu, através do diálogo, os tanques e aviões que passaram pelo TSE e STF”. Também, sentenciou Bolsonaro: “Reclamam da votação e do resultado da eleição, os que não aceitam derrotas.

[ Mais notícias ]