Voltar ao topo

12 de julho de 2024

Ceará tem aumento de 24% das comunicações de acidentes de trabalho

Ao todo, foram 9.881 notificações somente no Estado.
Foto: Shutterstock.com

Compartilhar:

Período simbólico para debater questões referentes ao mercado de trabalho no Brasil, esta quinta-feira, 28, marca o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho. No Ceará, assim como em outros estados brasileiros, entidades ligadas ao setor, tendo à frente a Justiça do Trabalho e o Sindicato dos Técnicos de Segurança do Trabalho do Estado, realizam uma série de prestações de serviços para sensibilizar para a situação. Só no Ceará, houve um aumento, em 2021, de 24,4% nos casos comunicados de acidentes de trabalho se comparado ao mesmo período de 2020.

Ao todo, foram 9.881 notificações. Já o número de mortes notificadas chegou a 51, enquanto em 2020 foram 34. Os dados constam no Observatório de Saúde e Segurança do Trabalho, da iniciativa SmartLab de Trabalho Decente, e publicizados nesta semana pelo Ministério Público do Trabalho do Ceará (MPT-CE).

Números

Conforme os dados, o aumento da concessão de benefícios previdenciários (auxílio-doença por acidente concedido pelo INSS durante o período de incapacidade temporária) chegou a 98% no Ceará. O total saltou de 1.382, em 2020, para 2.733 no ano seguinte. Entre profissionais com vínculo de emprego afastados de suas atividades em razão de acidentes laborais, em 2021, 69% sofreram fraturas e 10% traumatismos. A Capital, Fortaleza, aparece em primeiro lugar no número de acidentes notificados, com 48% dos casos.

Foto: Divulgação/MPT-CE

Em seguida estão Maracanaú (7%), Horizonte (4%), Juazeiro do Norte (4%), Sobral (4%) e Caucaia (4%). No ranking dos setores econômicos com mais notificações, as “atividades de atendimento hospitalar” ocupam a primeira posição, com 1.380 notificações (15%). Em seguida aparecem “comércio varejista de mercadorias em geral”, com 418 registros (5%) e “atividades de apoio à gestão hospitalar”, com 389 (4%). Os dados locais refletem em parte a problemático no cenário nacional.

No Brasil, somente em 2021, foram comunicados 571.786 acidentes (27% a mais que no ano anterior) e 2.487 mortes no trabalho (33% a mais que em 2020). O número, infelizmente, pode ser ainda maior, já que a estimativa é que cerca de 20% dos acidentes com afastamentos não são notificados.

Mobilização

Para marcar o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho, moradores e transeuntes de Fortaleza contam com uma mobilização acontece na Praça do Ferreira, das 8h às 12h. Estão previstas emissão de documentos, distribuição de material educativo e orientações para os trabalhadores e trabalhadoras. As atividades estão marcadas para iniciar com uma caminhada saindo da Praça da Bandeira em direção à Praça do Ferreira, com a participação de sindicatos, entidades de classe e estudantes.

Na praça, além dos serviços mencionados, também haverá um posto de atendimento do Hemoce para coleta de doação de sangue.

[ Mais notícias ]