Voltar ao topo

14 de julho de 2024

Ceará já recebeu mais ministros no Governo Lula que em 4 anos de Bolsonaro

Ao total, 13 ministros de Lula já vieram ao Estado em 12 agendas desde o início de mandato do petista
Foto: Beatriz Boblitz

Compartilhar:

Em apenas cinco meses do Governo Lula, entre janeiro e maio, ao menos 13 ministros já visitaram o Ceará, número superior ao total de agendas no Estado dos titulares do ex-presidente Bolsonaro. Em quatro anos do governo anteriores, ao menos 12 ministros cumpriram compromissos oficiais no Ceará. A regularidade de visitas de ministros do alto escalão de Lula ao Estado mostra a proximidade entre governos Estadual e Federal. O chefe do Executivo, Elmano de Freitas (PT), também cumpre com frequência agendas em Brasília.

Na última segunda-feira, 29, o Ceará recebeu a visita do décimo ministro apenas no mês de maio. Jader Filho (MDB), ministro de Cidades, chegou ao Estado para inauguração de 880 unidades do Minha Casa, Minha Vida, no bairro Prefeito José Walter. 

Em outras quatro agendas no mês de maio do Governo Federal no Estado, estiveram presentes, além de Camilo e Jader, os ministros Alexandre Silveira (Minas e Energia), Anielle Franco (Igualdade Racial), Márcio Macêdo (Secretaria-Geral da Presidência da República), Nísia Trindade (Saúde), Simone Tebet (Planejamento e Orçamento), Sonia Guajajara (Povos Indígenas), Waldez Góes (Integração e Desenvolvimento Regional) e Wellington Dias (Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome).

Desde o início do Governo Lula, além dos 10 ministros que visitaram o Estado no mês de maio, outros três também já estiveram presentes no Ceará. São eles: Margareth Menezes, da Cultura, em duas oportunidades; Flávio Dino (PSB), da Justiça; e Ana Moser, do Esporte.

ALEXANDRE SILVEIRA

No começo de maio, dia 5, o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira (PSD), visitou o Estado para anunciar investimentos em transmissão de energia elétricaO ministro foi recebido pelo governador Elmano de Freitas (PT) em reunião no Centro de Eventos, em Fortaleza. O grupo discutiu energias renováveis com foco na regulamentação do Hidrogênio Verde (H2V) no Congresso Nacional, a prorrogação do prazo das outorgas de geração, entre outros pontos.

ANIELLE FRANCO

A ministra Anielle Franco (PT), da Igualdade Racial, visitou o Estado no dia 18 do mês. Na ocasião, foi realizado o primeiro encontro da Caravana Participativa para construção do Plano Juventude Negra Viva (PJNV), em Fortaleza. O encontro iniciou-se às 8h30, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Além de Anielle, estiveram presentes, também, o diretor de Políticas de Combate e Superação do Racismo, Yuri Silva; da vice-governadora do Ceará, Jade Romero (MDB), e das secretarias de Igualdade Racial, Zelma Madeira, e da Juventude, Adelita Monteiro.

CAMILO SANTANA

Ministro da Educação e ex-governador do Ceará, Camilo Santana (PT) já veio ao Estado para agendas oficiais em mais de uma ocasião. Nas primeiras vezes, Camilo esteve na plenária para a elaboração participativa do Plano Plurianual (PPA), com a presença de outros três ministros do Governo Lula, na última sexta-feira, 26, e na visita de Lula ao Ceará, no dia 12 de maio. 

JADER FILHO

Jader Filho (MDB), ministro de Cidades, cumpriu agenda no Ceará para tratar sobre a inauguração de unidades do Minha Casa, Minha Vida. A cerimônia de entrega de chaves do Módulo V do Residencial Cidade Jardim, no bairro Prefeito José Walter conta, também, com as presenças do governador Elmano de Freitas, do ministro da Educação, Camilo Santana e da vice-presidente de Habitação da Caixa Econômica Federal (CEF), Inês Magalhães.

MÁRCIO MACÊDO

O secretário-geral da Presidência da República, Márcio Macêdo (PT), também esteve no Estado na última sexta-feira, durante plenária para a elaboração participativa do PPA.

NÍSIA TRINDADE

Nísia Trindade, ministra da Saúde, esteve no Ceará no dia 18 para anunciar um investimento de R$ 333,5 milhões destinados aos mutirões de cirurgias eletivas e oncológicas, bem como ao fortalecimento da assistência no Hospital do Vale do Jaguaribe e nas 22 policlínicas do Estado.

Além dela, estiveram presentes, também, o governador Elmano de Freitas e a Secretária da Saúde do Ceará, Tânia Mara Coelho. A visita foi ao Hospital Regional do Vale do Jaguaribe (HRVJ) e a Policlínica Judite Chaves Saraiva, em Limoeiro do Norte. Em seguida, na Capital, durante a entrega do novo Centro de Emergência e do novo Núcleo de Gestão e Atendimento ao Cliente (NGAC) do Hospital Infantil Albert Sabin (Hias), a ministra assinou três portarias para a rede de saúde do Ceará.

SIMONE TEBET

Simone Tebet (MDB), do Planejamento e Orçamento, foi mais uma ministra que esteve presente na última sexta, para a plenária do PPA. Durante o encontro, Tebet falou sobre o Plano Plurianual. “Estamos no momento do planejamento, que vai ser entregue no dia 31 de agosto no Congresso Nacional, por determinação da Constituição, tem que ser aprovado até o fim do ano e vale para a partir de 1º de janeiro de 2024”, explicou Tebet.

SONIA GUAJAJARA

A ministra dos Povos Indígenas, Sonia Guajajara (PSOL) e outros representantes do Governo Federal visitaram o Ceará no dia 18 para o encerramento do Mês da Vacinação dos Povos IndígenasA campanha foi promovida pelo Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Saúde Indígena (Sesai), e realizada na Escola Indígena Francisco Gonçalves de Sousa, na Aldeia Indígena Gameleira, do povo Tapuya-Kariri.

WALDEZ GÓES

O ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes (PDT), esteve no Ceará no último sábado, 27, para vistoriar a barragem de Jati, no município homônimo. A estrutura é integrante do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF).

WELLINGTON DIAS

Wellington Dias (PT), do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, também estava na plenária do PPA, na última sexta-feira.

GOVERNO BOLSONARO

O número de ministros que visitaram o Ceará desde o início do Governo Lula já ultrapassou a quantidade de visitas durante os quatro anos do Governo Bolsonaro, entre 2019 e 2022. Ao total, ao menos 12 ministros visitaram o Ceará em pelo menos 16 agendas ao Estado.

2019:

  • 15 de fevereiro: Tereza Cristina (Agricultura) e Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional) – Visita às obras da transposição do São Francisco;
  • 4 de junho: Damares Alves (Mulher, da Família e dos Direitos Humanos) – Em evento que concedeu cidadania fortalezense à então primeira-dama Michelle Bolsonaro;
  • 5 de setembro: Paulo Guedes (Economia) – Seminário “A Nova Economia do Brasil – o impacto para a região Nordeste”

2020:

  • 24 de fevereiro: Sérgio Moro (Justiça) – Reunião com Camilo para tratar sobre o motim dos Policiais Militares;
  • 26 de junho: Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional da Presidência) e Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) – Cerimônia de chegada das águas do Rio São Francisco, na primeira visita de Bolsonaro ao Estado;
  • 22 de agosto: Rogério marinho (Desenvolvimento Regional) – Rompimento de barragem do Jati.
  • 4 de outubro: Onyx Lorenzoni (Cidadania) –  Inauguração da Estação Cidadania-Esporte, no bairro Outra Banda, em Maranguape.

2021:

  • 26 de fevereiro: Tarcísio de Freitas (Infraestrutura) – Vistoria da BR-222, em Caucaia;
  • 29 de abril: João Roma (Cidadania) – Entrega de oito micro-ônibus ao Programa de Mobilidade de Assistência Social (MobSUAS), em Maracanaú;
  • 30 de julho: Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) – Assinatura da portaria que regulamenta a renegociação de dívidas de empresas do país com o Fundo de Investimento do Nordeste (Finor) e o Fundo de Investimento da Amazônia (Finam);
  • 5 de agosto: Milton Ribeiro (Educação) – Resolução de dependências municipais com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para que obras relacionadas à Educação pudessem ser retomadas;
  • 7 de outubro: Damares Alves (Mulher, da Família e dos Direitos Humanos) – audiência sobre estratégias de fiscalização e fechamento da Casa de Acolhimento Feminino Água Viva, instituição particular que atende mulheres com transtornos mentais.

2022:

  • 4 de fevereiro: Gilson Machado (Turismo) – Entrega da obra de restauração da Igreja do Menino Deus, em Sobral;
  • 8 de fevereiro: Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) – Visita à barragem de Jati, na Região do Cariri;
  • 14 de fevereiro: Tarcísio de Freitas (Infraestrutura) – Inauguração do trecho de 12 quilômetros da BR-222, em Caucaia;
  • 15 de fevereiro: Onyx Lorenzoni (Trabalho e Previdência) – Lançamento o programa Serviço Social Voluntário.

Em 2019, no primeiro ano de Bolsonaro como presidente, apenas quatro ministros vieram ao Estado. Foram eles: Tereza Cristina, da Agricultura, e Gustavo Canuto, do Desenvolvimento Regional, no dia 15 de fevereiro; Damares Alves, da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, no dia 24 de junho; e Paulo Guedes, da Economia, em 5 de setembro. Até o mês de maio do primeiro ano de Governo, apenas dois ministros compareceram ao Ceará.

Com a pandemia da covid-19, o número de visitas ficou ainda menos frequente. Em 2020, em apenas três oportunidades os ministros vieram ao Estado. Em fevereiro, o então ministro da Justiça, Sérgio Moro, se reuniu com Camilo para tratar sobre o motim dos policiais militares no Ceará. No dia 26 de junho, Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência, e Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional, participaram da inauguração de trecho do Eixo Norte da transposição do Rio São Francisco. Rogério Marinho, aliás, também esteve presente no dia 22 de agosto, para visitar a Barragem de Jati, que teve um rompimento em uma das redes da tubulação.

[ Mais notícias ]