Voltar ao topo

17 de junho de 2024

CE atinge meta de 90% de declaração de vacinação e confirma zona livre de febre aftosa

O governador Elmano de Freitas, na última quarta (8), havia cobrado para que os agricultores declarassem a vacinação de seus rebanhos
Foto: Divulgação/SDA

Compartilhar:

O Ceará alcançou, nesta sexta-feira (10), a meta de 90% de declaração de vacinação dos rebanhos bovinos e bubalinos. Com isso, o Estado se tornou oficialmente zona livre de febre aftosa, doença que acomete estas espécies animais. Na última quarta-feira (8), o governador Elmano de Freitas (PT) havia cobrado que os agricultores declarassem a vacinação. A Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adagri) foi quem registrou a meta alcançada.

“Assim, [com a meta alcançada,] confirma-se o status do Ceará como zona livre de febre aftosa sem vacinação. Isso vai ampliar o comércio de carne e produtos derivados de origem animal, como leite e couro, para diversos países do mundo”.

Ainda conforme o Governo do Ceará, o Estado, agora livre da doença, vai poder aumentar a exportação do rebanho.

COBRANÇA DE ELMANO

Na última quarta, 5% de declaração de vacinações faltavam para que o Ceará alcançasse os 90%. No momento, Elmano afirmou que o Estado estaria próximo de uma “conquista histórica”, e que os rebanhos não precisariam ser vacinados “nunca mais” no Ceará. “Lutamos por isso há 20 anos. Agora, se Deus quiser, vamos alcançar essa grande conquista para a agropecuária do Ceará”, afirmou Elmano, antes de a meta ser alcançada.

Mesmo sem as declarações, na semana passada o Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) já havia considerado o Ceará como um estado livre da febre aftosa.

[ Mais notícias ]