Voltar ao topo

16 de julho de 2024

CE amplia vacinação contra influenza a partir desta segunda-feira (10); saiba mais

A estimativa é que o Estado vacine mais de três milhões de pessoas
Foto: Divulgação/Sesa

Compartilhar:

O Ceará estende, a partir de segunda-feira, 10, a vacinação da influenza para todos os grupos prioritários indicados pelo Ministério da Saúde (MS). Com isso, o imunizante poderá ser aplicado, além de crianças de seis meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias, em trabalhadores da Saúde, pessoas com 60 anos e mais, gestantes e puérperas, professores, pessoas com deficiência, entre outros. A estimativa é que o Estado vacine mais de três milhões de pessoas.

A ampliação dos grupos acompanha o início da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe. O Ceará, no entanto, antecipou a imunização no público infantil desde o último dia 27 de março, devido ao aumento de casos de influenza decorrente da sazonalidade das chuvas no Estado, sobrecarregando unidades de saúde.

Para a aplicação do imunobiológico, é necessário apresentar documento que comprove o pertencimento aos grupos prioritários. A execução da aplicação é de responsabilidade dos municípios. Além disso, para reforçar a campanha, no próximo dia 15, o Ceará realiza o “Dia D” de vacinação. A iniciativa objetiva mobilizar municípios para ampliar a cobertura vacinal da dose contra a gripe e do reforço bivalente da covid-19 em todo o território.

Grupos prioritários aptos a tomar as duas doses (gripe e covid-19), como idosos e profissionais da Saúde, podem receber ambos os imunizantes na mesma ocasião, não sendo necessário intervalo de tempo entre as aplicações.

PÚBLICO PRIORITÁRIO:

  • Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade;
  • Pessoas a partir de 60 anos;
  • Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário;
  • Povos e comunidades indígenas;
  • Pessoas com deficiência;
  • Gestantes e puérperas;
  • Trabalhadores da saúde;
  • População privada de liberdade (a partir de 18 anos);
  • Funcionários do sistema prisional;
  • Professores dos ensinos básico e superior;
  • Profissionais das Forças Armadas, da Segurança e de Salvamento;
  • Caminhoneiros;
  • Trabalhadores portuários;
  • Pessoas com comorbidades;
  • Adolescentes cumprindo medidas socioeducativas (12 a 17 anos, 11 meses e 29 dias).

Em Fortaleza, a imunização será realizada em todos os postos de saúde da Capital, em dias úteis, das 7h30 às 18h30. Nos fins de semana e feriados, o atendimento ocorre nos postos Luís Franklin, no bairro Coaçu, e Irmã Hercília, no São João do Tauape, das 8h às 16h30. O público restrito ao leito receberá a vacinação de forma residencial. Caso o usuário não esteja inserido no sistema do posto de saúde, é necessário que o familiar ou responsável se dirija a sua unidade de referência para notificar a necessidade da aplicação domiciliar ou ligue para o 156 para informar.

A vacina contra a influenza, também conhecida como vacina contra a gripe, é um dos imunobiológicos mais importantes disponíveis para prevenir doenças respiratórias causadas pelo vírus influenza, e é formulada para proteger contra os tipos mais comuns de vírus (A, dos tipos H1N1 e H3N2; e B) que circulam a cada temporada.

Em 2022, a campanha em Fortaleza teve início em 2 de abril, contemplando, inicialmente, grupos prioritários, nos quais 80,3% do público-alvo foi vacinado, equivalente a 591.189 doses. Com o avanço da imunização desses grupos, a vacinação foi ampliada, conforme orientação do Ministério da Saúde, em 27 de junho, para a população em geral.

[ Mais notícias ]