Voltar ao topo

24 de julho de 2024

Prefeitura de Jijoca quer congelar taxa de turismo para entrada em Jericoacoara

A primeira pauta é referente ao congelamento, por três anos, da Taxa de Turismo Sustentável; e a segunda é sobre a doação de um terreno para a construção de um polo da Universidade Federal do Ceará (UFC)
A Vila de Jericoacoara é um dos maiores atrativos turísticos do Ceará. Foto: Grazi Zolin/ Facebook/ @imagensdoestadodoceará

Compartilhar:

O prefeito de Jijoca de Jericoacoara, no Litoral Oeste do Ceará, Lindbergh Martins (PSD), enviou à Câmara Municipal duas mensagens para que sejam analisadas em sessão extraordinária nesta quarta-feira (27). Uma delas é referente ao congelamento, por três anos, da Taxa de Turismo Sustentável em Jericoacoara, um dos principais destinos turísticos do Estado. O valor cobrado para entrada na Unidade de Conservação é de R$ 41,50, válido por 10 dias de permanência na vila. Há ainda o excedente de R$ 4,15 por dia, quando o contribuinte ultrapassar esse período.

Já a segunda medida enviada pelo prefeito é sobre a doação de um terreno para a construção de um polo da Universidade Federal do Ceará (UFC). Através do Ministério da Educação (MEC), a Universidade Federal do Ceará (UFC) receberá pelo menos R$ 5 milhões para a construção de um complexo que levará à região o “tripé acadêmico”: ensino, pesquisa e educação. A informação foi adiantada pelo OPINIÃO CE em outubro deste ano.

A sessão acontece na manhã desta quarta e tem presenças confirmada de vereadores da situação e da oposição. “As duas pautas são de suma importância para o nosso município. A primeira beneficia nossa maior fonte de recursos que é o turismo, e a segunda trará para região um polo da UFC que vai desenvolver pesquisas científicas fundamentais para a sustentabilidade do nosso ecossistema“, comentou Lindbergh Martins.

[ Mais notícias ]