Voltar ao topo

18 de julho de 2024

Cai o número de roubos em Fortaleza nos cinco primeiros meses deste ano

Em todo o Ceará, a redução foi de 7%. A capital cearense, porém, registrou retração de 7,9%
Foto: Reprodução / Prefeitura de Fortaleza/ Daniel Calvet

Compartilhar:

Fortaleza apresentou redução de 7,9% no índice de crimes violentos contra o patrimônio (CVPs), nos cinco primeiros meses de 2023, quando comparado ao mesmo período do ano passado. Os CVPs abrangem todos os tipos de roubos, exceto o crime de roubo seguido de morte (latrocínio). No Ceará, a redução, no mesmo período, foi de 7%. Ao todo, foram 12.098 ocorrências registradas, na Capital, entre janeiro e maio deste ano, contra 13.129 no mesmo período em 2022. Já em todo o Ceará, o número de ocorrências de CVPs de janeiro a maio de 2023 foi de 18.025, enquanto que no mesmo período do ano passado foram contabilizados 19.387 casos. A redução é de 7%.

Os dados foram extraídos pela Gerência de Estatística e Geoprocessamento (Geesp) da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Nesta semana, foram divulgados também os dados positivos referentes a redução de crimes violentos letais intencionais (CVLIs) em Fortaleza e em todo Ceará, bem como a redução no número de mortes violentas de mulheres.

As reduções, de acordo com a avaliação do titular da SSPDS, Samuel Elânio, devem-se à atuação efetiva e preventiva das Forças de Segurança do Estado. “Esse resultado positivo em Fortaleza, e em todo o estado do Ceará, é fruto do trabalho integrado que seguimos realizando. É importante destacar ainda que as informações e dados repassados pela Supesp, órgão vinculado à SSPDS, nos auxiliam a conseguirmos efetuar um trabalho ainda mais direcionado e especializado, buscando a redução em locais, onde há mais ocorrências, bem como resultando no maior número de capturas e apreensões de armas”, frisou.

OUTRAS REGIÕES

Outros territórios do Estado também apresentaram balanço positivo. Na Região Norte, a retração foi de 17,2%, quando 1.285 casos foram registrados nos cinco primeiros meses deste ano, contra 1.551 do mesmo período de 2022. Na Região Metropolitana de Fortaleza ((RMF), a queda foi de 2,4%, indo 3.285 ocorrências registradas no período contra 3.367 em 2022. O Interior Sul apresentou uma variação de 1,3%, com 1.340 casos registrados nos cinco primeiros meses do ano passado e 1.357 nos cinco primeiros meses deste ano.

MAIO

A intensificação do combate às ações criminosas também resultou na retração dos CVPs em maio de 2023, em comparação com o mesmo mês do ano passado, em Fortaleza. A queda foi de 6,1%, com 2.467 casos registrados, contra 2.628 ocorrências no mesmo mês de 2022. Já o Ceará apresentou retração de 3,1%, indo de 3.835 ocorrências em maio de 2022 para 3.716 em maio deste ano.

[ Mais notícias ]