Voltar ao topo

21 de julho de 2024

Brasileirão leva Vovô e Leão a campo neste fim de semana

Compartilhar:

Vovô e Leão jogam neste sábado e domingo, respectivamente, pelo Campeonato Brasileiro, e tentam, cada um a sua necessidade, atingir os objetivos

DAVID MOTA
ESPECIAL PARA OPINIÃO CE
david.mota@opiniaoce.com.br

Ceará contará o apoio da sua torcida em busca dos 3 pontos contra o Curitiba (Felipe Santos/Ceará SC)

Ceará e Fortaleza voltam a campo pelo Campeonato Brasileiro neste fim de semana. O Vovô recebe o Coritiba, neste sábado, 4, às 19 horas, na Arena Castelão, enquanto o Leão visita o Flamengo, no domingo, 5, às 16 horas, no Maracanã.

Embalado pela vitória no clássico, que possibilitou a saída do Vovô da zona de rebaixamento e o salto para a 15ª colocação, o Alvinegro quer aproveitar o mando de campo e o apoio do torcedor para conquistar mais uma vitória, que caso aconteça, pode deixar o Ceará na parte de cima da tabela e seria um excelente presente para o torcedor, já que o clube completou 108 anos na última quinta-feira, 2.

MISSÃO NADA FÁCIL
A missão de sair com os três pontos não será nada fácil, já que o adversário está em 4º no Brasileirão. Porém, fora de casa, o Coxa não vence há 5 partidas, somando Brasileirão e Copa do Brasil, sendo 4 derrotas e apenas 1 empate, a última vitória longe dos seus domínios foi ainda no Campeonato Paranaense, em todos esses 5 jogos, os paranaenses sofreram dois ou mais gols.

Em contrapartida, o Ceará não sabe o que é derrota há 7 jogos, somando 4 vitórias e 3 empates nesse período, entre competições como Brasileirão, Sulamericana e Copa do Brasil. Como mandante, a sequência é um pouco menor, são 4 jogos sem perder, com 3 vitórias e 1 empate, mas o empate foi o único jogo, desta sequência, pelo Campeonato Brasileiro.

Pela competição nacional, o Vovô ainda não venceu como mandante, tendo sido derrotado por Botafogo e Red Bull Bragantino, e empatado com o Flamengo. Para a partida deste sábado, o Alvinegro poderá contar com a volta do seu treinador Dorival Júnior a beira do campo, já que o comandante havia sido advertido com o 3º cartão amarelo contra o São Paulo, e cumpriu suspensão no clássico.

O meia Geovane, o lateral Bruno Pacheco e o atacante Mendoza também cumpriram suspensão automática pelo acúmulo de cartões amarelos e estão à disposição de Dorival. Mas nem só de retornos vive o Vovô: a equipe também possui desfalques, como o do zagueiro Luiz Otávio, que saiu machucado na partida do meio de semana, após sentir a coxa. Além dele, o volante Richardson, que foi advertido com o 3º cartão amarelo no clássico, também não pode jogar. O também volante Rodrigo Lindoso ainda está em tratamento de edema na coxa esquerda.

Tricolor tem a chance de entrar em campo e se recuperar
Afundado na lanterna da competição, com apenas 2 pontos conquistados em 8 jogos disputados, o Fortaleza precisa mais do que nunca pontuar, e se possível, com uma vitória. Mas o adversário do Leão é o Flamengo, no Maracanã, às 16 horas, deste domingo, 5, e vem de 6 jogos sem perder e 4 vitórias seguidas.

O Tricolor, para superar o Rubro Negro, terá que quebrar um tabu que já dura 17 anos. A última vitória dos cearenses sobre os cariocas no Campeonato Brasileiro aconteceu em 2005, quando o Fortaleza venceu por 2 a 1. O Leão até venceu o Urubu outras duas vezes, mas ambas foram pela Copa do Brasil, em 2016, e pelo mesmo placar, também 2 a 1.

Para o duelo, o treinador tricolor Juan Pablo Vojvoda terá quatro desfalques já confirmados: os meias Felipe e Lucas Lima estão suspensos, o primeiro por ter sido expulso no clássico e o segundo por acúmulo de cartões amarelos. O lateral Tinga e o meia Matheus Vargas fecham a lista, por conta de lesões. Já o atacante Renato Kayzer está na fase de transição após contratura na panturrilha direita e é dúvida.

[ Mais notícias ]