Voltar ao topo

24 de julho de 2024

Brasil enfrenta a Guiné neste sábado (17) no segundo amistoso pós-Copa

CBF usará amistoso como marco antirracismo
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Compartilhar:

A seleção brasileira jogará neste sábado, 17, contra a equipe da Guiné. A partida será às 16h, no RCDE Stadium, em Barcelona. O jogo está marcado principalmente pela luta do atleta Vinicius Júnior contra as ofensas racistas sofridas por ele nas últimas duas temporadas dele como jogador do Real Madrid. Por isso, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) usará o amistoso como marco antirracismo no futebol.

Como principal ação na partida, o Brasil usará o uniforme preto (camisa, calção e meião) ao longo do primeiro tempo do amistoso. No segundo tempo, voltará com a camisa tradicional, amarela com meiões azuis. A CBF encontrou no uniforme preto uma nova forma de marcar posição contra o racismo, indo além de levar faixas ou usar uma camisa apenas na entrada em campo, estratégias que já foram adotadas em outras situações

O uniforme usado na partida será um modelo da Nike feito inicialmente para os goleiros, já da atual coleção da fornecedora para a seleção. A decisão foi tomada dessa forma pois recorrer ao uniforme de goleiro foi o meio mais viável, visto que a patrocinadora não teria tempo de desenvolver uma camisa exclusiva para a partida.

Depois de usadas pelos jogadores, as camisas serão enviadas pela CBF a autoridades da política e do esporte, como os presidentes da Fifa, Uefa e Conmebol, além do presidente Lula (PT), e a ministra da Igualdade Racial, Aniele Franco. Uma das camisas usadas na partida será assinada pelos atletas convocados será leiloada para que o dinheiro seja revertido para causas antirracistas. Uma outra camisa autografada irá para o museu da CBF, no Rio de Janeiro.

A lendária camisa 10 da canarinho será usada nesta convocação por Vini Jr. O atleta será o 114º jogador a vestir a camisa 10 da seleção brasileira. O uso da camisa alternou após a Copa do Mundo entre Rodrygo e, agora, Vini, por conta da ausência de Neymar nas últimas convocações. O atacante do Paris Saint-Germain é o principal jogador brasileiro da atualidade e já teve o número nas costas 94 vezes.

DATA FIFA

A CBF manteve o amistoso em solo espanhol, mesmo após a onda de ofensas raciais a Vini Jr. O caso mais recente, que gerou a mobilização atual, foi na partida do Real Madrid contra o Valencia, quando Vinicius foi hostilizado por todo o estádio do time adversário, com sons de macaco e xingamentos racistas que se estenderam desde a chegada da equipe ao local da partida até o momento em que Vini tomou um cartão vermelho por reagir a uma agressão de um jogador do Valencia.

A entidade consultou o próprio jogador sobre a manutenção do jogo, que já estava sendo negociado antes para ser na Espanha.

Além da Guiné, o Brasil enfrentará, nesta Data Fifa, a seleção de Senegal, dia 20, em Lisboa.O técnico da seleção brasileira nas duas partidas será Ramon Menezes, que voltou no início do mês ao comando do Brasil após eliminação da seleção sub-20 do Mundial, perdendo nas quartas de final para Israel, na prorrogação.

[ Mais notícias ]