Voltar ao topo

13 de julho de 2024

Base governista lança artilharia contra oposição na ALCE

O principal nome da oposição no Estado, o deputado federal licenciado Capitão Wagner (União Brasil), afirmou em entrevista recente ao OPINIÃO CE que não responderá a críticas diretas de nomes da base governista.
Foto: José Leomar/ALCE

Compartilhar:

Deputados estaduais alinhados à base governista no Ceará, representada pela parceria entre PDT e PT à frente do Governo do Estado, utilizaram a tribuna da Assembleia Legislativa do Estado, nesta semana, para ressaltar políticas públicas desenvolvidas pelo governador Camilo Santana (PT) e criticar a oposição. Nesta quinta-feira (24), o deputado estadual Salmito Filho (PDT), presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Associações Miliares, afirmou que aqueles que se colocam como “protagonistas” da oposição no Estado não têm um projeto para apresentar ao Ceará.

“Quem diz protagonizar a oposição no Ceará, e faço a ressalva porque não são todos da oposição que se apresentam como protagonistas, não tem um projeto. Quando paramos para ouvir ou ler, não tem uma ideia, proposta consequente nem sequer para a segurança pública onde tem origem de suas vidas funcionais”, destacou o parlamentar.

O principal nome da oposição no Estado, o deputado federal licenciado Capitão Wagner (União Brasil), afirmou em entrevista recente ao OPINIÃO CE que não responderá a críticas diretas de nomes da base governista. O deputado, que ficou no comando do União Brasil no Estado, partido com maiores bancada federal, fundo eleitoral, tempo de TV e rádio, também criticou, na oportunidade, o que chamou de “força-tarefa” do Governo para criticá-lo publicamente. “São agressões diárias. Um dia um deputado, no outro senador, governador, candidato a presidente, outro dia é um ex-prefeito. Me comprometi a responder com propostas”, disse.

Fim do mandato

O governador Camilo Santana está em contagem regressiva para deixar o Governo do Estado visando concorrer às eleições de outubro próximo. Isso deve acontecer até o início de abril, quando a vice-governadora Izolda Cela (PDT) ficará com a cadeira. A expecativa é que a cerimônia de posse ocorra no próximo dia 2 de abril. Na reta final do segundo mandato, Camilo vem reforçando a entrega de obras públicas e enviou importantes projetos à Assembleia Legislativa, como a PEC que institui o planejamento em longo prazo de políticas públicas em nível estadual e o projeto que prevê a universalização do ensino em tempo integral até 2026.

Em clima de despedida, parlamentares da base vêm destacando as ações do Governo. “Parabéns, Camilo Santana, pelo seu desempenho à frente do Governo do Estado. Um governador firme, responsável e sem demagogia. Parabéns pela firmeza e humildade, em alguns momentos recuou, demonstrando grandeza, espírito público e liderança”, frisou Salmito, ressaltando o enfrentamento à pandemia de Covid.

Em sessão plenária realizada nesta quarta-feira (23), o deputado Acrísio Sena (PT) pontuou o que chamou de “ciclo virtuoso” de Camilo Santana. “Acompanho e defendo esta trajetória desde 2014, quando ainda era vereador em Fortaleza. Testemunhei o crescimento e a consolidação do governo do Camilo em todas as áreas: economia, saúde, assistência social, meio ambiente, agricultura, recursos hídricos e segurança pública. Na educação, o Ceará possui o melhor ensino público do país. Nosso PIB, de 6,63% vem crescendo além da média nacional, mostrando que o Estado atua como indutor do desenvolvimento”, discursou Acrísio.

“Um gestor que se fez em um dos momentos mais críticos da história – uma série de crises: segurança pública, pandemia, economia e política, mantendo uma relação republicana com os poderes Legislativo e Judiciário, além de não ter seu nome envolvido em nenhum escândalo. Camilo foi o grande condutor de um ciclo virtuoso na política do Ceará”, finalizou.

[ Mais notícias ]